Londrina entra na disputa para receber escola de sargentos do Exército


Guilherme Marconi - Grupo Folha
Guilherme Marconi - Grupo Folha

 

Londrina entra na disputa para receber escola de sargentos do Exército
Emerson Dias/Ncom

Uma comitiva do Exército Brasileiro apresentou nessa quarta-feira (27) ao prefeito Marcelo Belinati (PP) a proposta do Ministério da Defesa para implantação de uma nova Escola de Formação de Sargentos de Carreira do Exército Brasileiro. Londrina é uma das quatro cidades que concorrem para sediar essa nova escola junto com Ponta Grossa (Campos Gerais), Santa Maria (RS) e Recife (PE). A ideia dos militares é centralizar a formação de 2.500 sargentos de carreira, a cada ano, e envolverá um efetivo composto por mais de quatro mil pessoas.  


A comitiva do Exército Brasileiro sobrevoou seis locais estratégicos, que foram mapeados pelo Sinduscon-PR Norte (Sindicato da Indústria da Construção Civil). "O desafio é ter o espaço adequado para o campo de instrução. Precisamos de uma área de 5 mil alqueires (50 quilômetros quadrados). Mas a cidade tem ótima infraestrutura.  Pela visita que fizemos temos algumas áreas que parecem promissoras. Precisamos trabalhar e avaliar para ver se atende, e se é possível o seu uso pelo Exército Brasileiro”, detalhou o coronel Joarez Alves Pereira Junior, que gerencia o projeto e pretende definir o local até agosto deste ano. 


O deputado federal Filipe Barros (PSL), que articulou o encontro, reforçou que a vinda deste equipamento trará ainda mais desenvolvimento para a cidade e seu entorno. “Quando indiquei Londrina, o general se propôs a nos ouvir, e a vir até aqui para conhecer. E agradeço às entidades do setor produtivo, sempre envolvidas em questões importantes, que abraçaram essa causa e estão dando toda a atenção necessária." Belinati também disse que a atual gestão vai trabalhar para encontrar um local adequado. "Temos a exata noção da importância dessa vinda do Exército para nossa cidade. São milhões de reais em investimentos, mas, muito além disso, milhares de pessoas que passariam a morar aqui e movimentar a economia da cidade." 


SINDUSCON 

Segundo o presidente do Sinduscon, Sandro Nóbrega, as entidades de Londrina irão trabalhar unidas para que Londrina vença a concorrçencia para Escola de Formação. "Fizemos hoje um sobrevoo desses locais, pois é muito importante que eles conheçam a topografia da região, a orografia dos terrenos, quais as estruturas já existentes como moradias, agricultura, e outras, para fazerem sua tomada de decisão. Precisamos, juntos, construir a solução para que essa Escola venha para Londrina, e vamos usar todos os recursos disponíveis mostrando que temos vontade, necessidade, e queremos eles aqui”. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo