Lei em Londrina implanta questionário que identifica sinais de autismo


Guilherme Marconi - Grupo Folha
Guilherme Marconi - Grupo Folha

O céu do Centro Cívico de Londrina foi tomado por bexigas azuis após cerimônia realizada pela Câmara Municipal em conscientização do Dia Mundial do Autismo nesta terça-feira (2). O evento contou com a presença do prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, do secretário de saúde, Felipe Machado e da secretária de educação, Maria Tereza Paschoal e de entidades que atendem crianças e adolescentes.


Lei em Londrina implanta questionário que identifica sinais de autismo
Guilherme Marconi


Duas leis voltadas às pessoas com o Transtorno do Espectro Autista foram sancionadas. Uma delas,  estabelece a aplicação de testes de triagem do autismo em todas as crianças que forem atendidas nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde).




Segundo o autor das matérias, o vereador Jairo Tamura (PR), a intenção é implantar um questionário que contém 23 perguntas, chamado M-CHAT. A ferramenta ajuda a identificar sinais do espectro autista entre crianças de 18 a 30 meses de vida. “É um formulário que será implantado dentro das 54 UBS's que poderá identificar se a criança tem o autismo ou não.” O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, disse que a implantação será gradativa para “mostrar que a cidade se preocupa em garantir os direitos das pessoas com deficiência.”


A segunda lei sancionada nesta terça  garante vagas de estacionamento aberto ao público, hoje voltadas à cadeirantes. O direito estende-se ao acompanhante da pessoa, desde que haja a identificação. É preciso obter a credencial. 


Continue lendo


Últimas notícias