Da Redação
Pesquisa de opinião realizada em dezembro no município de Ponta Grossa aponta 75,7% de aprovação popular para o prefeito Jocelito Canto (PSDB). Esse é um dos maiores índices de aceitação de uma administração municipal no Paraná. Segundo os resultados do trabalho feito pela Alvorada Pesquisas, além dos 75,7% dos que aprovam, há 19,3% reprovando a administração e 5% que não souberam opinar.
Para Jocelito Canto, os resultados mostram que a atual gestão está no caminho certo. ‘‘Apesar de todas as dificuldades, estamos administrando para a população mais necessitada e que precisa mais da intervenção do poder público’’, afirma. ‘‘Meu compromisso de campanha era abrir a prefeitura para o atendimento à população dos bairros e os resultados dessa pesquisa de opinião mostram que eu estava certo.’’
Este é o maior índice de aprovação dos três anos de Canto na Prefeitura de Ponta Grossa. Uma das perguntas da pesquisa era: ‘‘Qual é a nota, de zero a dez, que o senhor dá para a administração de Jocelito Canto?’’ 21,3% deram nota 5, 15% deram nota 8, 23,3% deram 7, 12,3% deram 6, 6,3% deram 9 e 4,3% deram nota 10. As notas entre 4 e 0 ficaram com 22%. Outros 5,5% não souberam responder.
‘‘Eu tenho um gabinete móvel, ando pelas ruas diariamente e atendo qualquer cidadão que quiser falar comigo toda hora’’, afirmou o prefeito. Entre as principais obras da prefeitura nesse ano estão o asfaltamento de ruas de 600 quadras nos bairros de Ponta Grossa. No início da gestão de Canto, apenas 30% das ruas da cidade tinham algum tipo de capa asfáltica.
Também foram construídos dez miniginásios de esportes no município em 1999. Os miniginásios servirão para cursos de educação física e prática esportiva oferecidos pela Secretaria Municipal de Esportes a menores de baixa renda. Eles serão administrados pelas associações de moradores de bairros. ‘‘O município não vai gastar nada com a manutenção dos ginásios, nos finais de semana as associações de moradores vão alugar os espaços para festas de casamento ou outras promoções que gerem renda própria’’, contou.
Os resultados de uma campanha de incentivo à regularização do pagamento de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Ponta Grossa são outro reflexo do bom momento da administração. A prefeitura anistiou os juros e multas de IPTU devidos entre 1994 e 1998. ‘‘Conseguimos arrecadar mais de R$ 1,8 milhão de imposto dos inadimplentes até o final de dezembro e com esse dinheiro mantivemos a folha de pagamento, inclusive o 13º do funcionalismo, em dia.’’
Jocelito Canto pretende concorrer à reeleição em 2000 e na avaliação feita pela Alvorada sua aprovação política é alta. Uma das perguntas da pesquisa de opinião era: O senhor é a favor ou contra o atual prefeito? 60,3% responderam a favor, 18,3% contra e 21,4% não souberam ou não quiseram opinar. Esse levantamento foi realizado algumas semanas depois que Canto cobrou do governador Jaime Lerner (PFL) maior atenção ao município. ‘‘Minha atitude em defesa da cidade foi mal interpretada pelo governador e por alguns setores da elite local, mas a população em geral entendeu minha preocupação.’’
Para este ano, Canto espera conseguir a liberação de R$ 2,5 milhões de recursos do programa estadual Paraná Urbano para dar continuidade ao programa de asfaltamento de ruas e revitalização da Avenida Vicente Machado. ‘‘Assim como todos os municípios paranaenses temos problemas de Caixa, por isso precisamos dos financiamentos estaduais e federais para realizar novas obras.’’
A pesquisa de opinião da Alvorada ouviu 300 pessoas com mais de 16 anos da zona rural e urbana de Ponta Grossa.