São Paulo - Pesquisa Ibope divulgada ontem mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) estaria à frente da nova candidata do PSB, Marina Silva, se o primeiro turno da eleição fosse hoje. Dilma Rousseff (PT) aparece com 34% das intenções de voto ante 29% de Marina, diferença fora da margem de erro máxima, de 2 pontos porcentuais. O candidato do PSDB, Aécio Neves, soma 19%. Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% das intenções cada e os outros candidatos somam 1%. Brancos e nulos são 7% e indecisos, 8%.

No levantamento anterior do Ibope, feito entre 3 e 7 de agosto, quando o cenário considerava Eduardo Campos como candidato do PSB, Dilma tinha 38% das intenções de voto, Aécio, 23% e Campos, 9%. Brancos e nulos somavam 13% e indecisos, 11%. Na primeira pesquisa a incluir Marina Silva como candidata, feita pelo Datafolha entre 14 e 15 de agosto, a ex-senadora aparecia com 21%, empatada tecnicamente com Aécio, com 20%. Dilma tinha 36% das intenções de voto. Brancos e nulos eram 8% e indecisos, 9%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre 23 e 25 de agosto, por encomenda da Rede Globo e do jornal O Estado de S. Paulo. Foram feitas 2506 entrevistas em todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-428/2014.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa Ibope ainda mostra que a nova candidata do PSB à Presidência venceria a presidente Dilma num eventual segundo turno se as eleições fossem hoje. Nesse cenário, Marina tem 45% das intenções de voto contra 36% da petista. Brancos e nulos são 9% e indecisos, 11%. Em um eventual segundo turno contra Aécio, a presidente teria 41% das intenções de voto contra 35% do tucano. Brancos e nulos são 12% e indecisos, 12%.

No levantamento anterior do Ibope, feito entre 3 e 7 de agosto, ainda com Eduardo Campos como candidato do PSB, Dilma vencia seus dois principais oponentes. Quando o adversário era Aécio Neves, a petista tinha 42% contra 36% do tucano. Na simulação contra Campos, Dilma tinha 44% das intenções contra 32% do pessebista.

Na primeira pesquisa a considerar Marina como candidata, feita pelo Datafolha entre 14 e 15 de agosto, Marina aparecia à frente de Dilma, mas dentro da margem de erro: 47% a 44%. Quando o adversário da presidente era Aécio, a petista tinha 47% das intenções ante 39% do tucano.

REJEIÇÃO
A pesquisa Ibope também mostra que a nova candidata do PSB à Presidência tem a menor taxa de rejeição entre os principais candidatos neste pleito: 10% dos eleitores disseram que não votariam nela de jeito nenhum. A taxa de rejeição de Dilma é de 36% e de Aécio, 18%. Segundo a pesquisa, 14% dos eleitores não votariam de jeito nenhum no Pastor Everaldo.

No levantamento anterior do Ibope, feito entre 3 e 7 de agosto, ainda com Eduardo Campos como candidato do PSB, a taxa de rejeição de Dilma era 36%, a de Aécio, 15%. Campos tinha 9% de rejeição e o Pastor Everaldo, 11%.

ELEITORES DO PARANÁ
Pesquisa Ibope feita apenas com eleitores do Paraná mostra Marina, Dilma e Aécio em situação de empate técnico no Estado. Marina aparece com 29% das intenções de voto, Dilma com 28% e Aécio tem 24%. A margem de erro da pesquisa, a primeira feita pelo instituto no Estado depois do registro das candidaturas, é de 3 pontos porcentuais.

Candidato do PSC, Pastor Everaldo tem 2% e é seguido por Eduardo Jorge (PV), que tem 1%. Juntos, Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Luciana Genro (PSOL), Mauro Iasi (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) somam 1%. Brancos e nulos somam 8% e 8% não responderam. A pesquisa foi contratada pela RPC TV, afiliada da Rede Globo. Foram ouvidos 1008 eleitores em 59 municípios do Estado entre os dias 21 e 25 de agosto. O registro na Justiça Eleitoral é BR-00411/2014 e o índice de confiança é de 95%.

Imagem ilustrativa da imagem Ibope: Marina venceria Dilma no 2º turno