Governo estuda abono para ‘‘segurar’’ juízes
O governo está negociando uma alternativa para evitar a greve nacional dos juízes federais programada para o dia 28. A idéia inicial é convencer o STF a enviar ao Congresso um projeto fixando abono temporário para o Judiciário, cujo valor máximo seria de R$ 12,72 mil e o mínimo de R$ 8,8 mil. Essa lei vigoraria até a aprovação pelos parlamentares do teto para o funcionalismo público. A demora na fixação do teto é a principal causa da revolta dos juízes. Eles querem acampar em Brasília.