São Paulo Começou ontem a primeira ação prática do Fome Zero: a distribuição dos cartões magnéticos com os quais as famílias beneficiadas poderão sacar R$ 50 por mês para comprar alimentos. Os primeiros municípios atendidos foram Guaribas e Acauã, no semi-árido do Piauí 500 famílias em cada cidade irão participar do programa. Ontem, o Cartão Alimentação foi distribuído para as pessoas que ainda não eram atendidas por nenhum dos programas sociais iniciados no governo de Fernando Henrique.
Em Acauã, os beneficiados receberam o dinheiro junto com o cartão. Em Guaribas, parte das pessoas recebeu uma guia bancária para sacar o dinheiro. As famílias que já estavam incluídas em algum programa e que também foram selecionadas para o Fome Zero poderão sacar os R$ 50 até o dia 11 dependendo do seu número de identificação com o Cartão Cidadão, utilizado desde o governo anterior para fazer os pagamentos. Em Acauã, foram distribuídos 218 cartões. Duas pessoas que haviam sido cadastradas não compareceram.
Uma mulher que havia sido selecionada, identificada apenas como Amaralina, foi vetada pelo Comitê Gestor porque descobriram que ela mora em Petrolina (BA). Desempregada e com filhos, ela conseguiu receber os R$ 50, mas será excluída do pagamento no próximo mês. ''É difícil, mas temos que priorizar as pessoas que moram aqui'', disse Gilberto José de Souza, representante do governo estadual no comitê.