Genealogista comprova origem negra de FHC


Agência Globo
Agência Globo

Quando Fernando Henrique Cardoso disse, há cinco anos, que era ‘mulatinho’, ainda na sua primeira campanha para o Planalto, para muitos soou como bravata eleitoral. No entanto, a genealogista Marta Amato afirma que o presidente é de fato descendente de negros. Segundo ela, a bisavó paterna do presidente, Joana Antônia da Rosa, era mulata. Joana casou-se com o português Francisco Pinto Fernandes e teve três filhas: Maria, Ana e Leonídia, esta última avó paterna do presidente. Do casamento de Leonídia com Joaquim Ignácio Baptista Cardoso nasceu Leônidas, o pai de Fernando Henrique.
‘‘A bisavó de Fernando Henrique era mulata. Ela era filha de José Antônio da Rosa, mas o nome da mãe não aparece nos documentos pesquisados, o que indica provavelmente que era escrava ou ex-escrava’’, afirma a genealogista, explicando que na época da escravatura, e mesmo depois da Abolição, era comum omitir o nome da mãe nesses casos, constando apenas o do pai, branco, português e geralmente abastado.
Para chegar às origens africanas do presidente, a pesquisadora se baseou em estudo do genealogista Manoel Valente Barbas sobre Luiz Rozsany (1813-1907), húngaro que foi professor de equitação das princesas imperiais brasileiras. Segundo Marta, uma neta de Rozsany casou-se com Achilles de Menezes, filho de Maria, uma das irmãs de Leonídia (a avó paterna de Fernando Henrique). No livro da Associação Brasileira de Pesquisa em História e Genealogia, Barbas descreve Leonídia e suas duas irmãs como ‘‘belas morenas que ficavam à janela de sua casa apreciando as tropas que iam ao Campo de São Cristóvão para manobras’’.
‘‘A tradição oral confirma que a avó paterna do presidente, Leonídia, era mulata, além do estudo de Barbas’’, diz Marta. A pesquisadora fez o levantamento da árvore genealógica do presidente Fernando Henrique em cartórios de registros, no arquivo histórico da cidade de Goiás e também consultou o acervo da Sociedade Genealógica de Utah (EUA), que possui 2,1 milhões de microfilmes sobre famílias de 152 países e é mantida pela Igreja Jesus Cristo dos Santos Últimos Dias. Segundo o estudo de Marta, enquanto a família da avó paterna de Fernando Henrique é do Rio, os Cardoso vêm de Goiás. ‘‘A família Cardoso era de militares. O trisavô de Fernando Henrique, Manuel Pereira Cardoso, era major. O filho dele, Felicíssimo do Espírito Santo Cardoso, foi brigadeiro e governador de Goiás. Em 1889 era comendador. Joaquim Ignácio Baptista Cardoso, filho de Felicíssimo e avô do presidente, foi marechal e depois general do Exército’’, conta ela, lembrando que o pai de Fernando Henrique, o general Leônidas, seguiu a tradição da família. Já dona Ruth, segundo Marta, é descendente do bandeirante Bartolomeu Bueno Anhanguera, que desbravou os caminhos para Goiás.
‘‘Os nomes na pesquisa estão todos corretos. Mas o presidente não tem informações sobre sua bisavó, ele não sabia que ela era mulata. Se for mesmo, ele tem muito orgulho’’, informou um assessor de FHC, reproduzindo a reação do presidente diante da descoberta da pesquisadora Marta Amato.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo