Emerson Dias
De Foz do Iguaçu
Especial para a Folha
O prefeito de Foz do iguaçu, Harry Daijó (PPB), disse considerar ‘‘justa e correta’’ a Lei de Responsabilidade Fiscal por evitar o abuso dos administradores públicos. Questionado sobre a possibilidade dos prefeitos de responderem processos administrativos e criminais depois da implantação da nova medida, Daijó adiantou que é melhor aguardar a regulamentação do projeto.
Daijó é declaradamente candidado à reeleição. Entre os maiores problemas que enfrenta, estão as dívidas roladas de administrações anteriores e, principalmente, o salário dos servidores, atrasado desde dezembro do ano passado. O valor atual da dívida do município, porém, não foi divulgado pelo prefeito.