Ex-servidor da CMTU é condenado por usar filho médico para falsificar atestados


Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

A Justiça condenou um ex-servidor da CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização), Romildo Ruiz, e o filho dele, o médico André Ruan Ruiz, pela falsificação de nove atestados para que o funcionário abonasse as faltas no trabalho. A sentença dessa quarta-feira (21) do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Emil Tomás Gonçalves, determina o pagamento de multa e o ressarcimento pelos dias ausentes. Segundo a ação do Ministério Público, o acusado apresentou justificativas para não trabalhar em 17 dias contados entre julho de 2016 e agosto de 2018. 


 

Ex-servidor da CMTU é condenado por usar filho médico para falsificar atestados
Divulgação
 


Os promotores disseram que os atestados foram obtidos quando André era estudante de Medicina da UEL (Universidade Estadual de Londrina) e também mesmo depois dele ter se formado. Causou estranheza que o erro aconteceu até mesmo nos dias que houve o suposto atendimento ao servidor. O MP também desconfiou de fraude porque nenhum documento foi emitido pelo plano de saúde particular que mantém convênio com a CMTU. 


Foram vários os motivos para explicar as faltas, desde intoxicação por bactéria até unha encravada. Ouvidos ao longo do processo, médicos garantiram que não assinaram os atestados. Uma perícia do Instituto de Criminalística confirmou que as assinaturas dos certificados falsos são do punho de André. Para comprovar essa tese, registros do curso de Medicina da UEL, como um formulário para confecção de crachá, serviram de comparação com as justificativas falsificadas. 


Romildo era operador de serviços e, segundo a assessoria de imprensa da CMTU, foi demitido em abril de 2019. O processo administrativo disciplinar aberto contra ele comprovou o desvio. Em nota, o advogado que representa pai e filho, Gustavo Antônio Oliveira de Almeida, adiantou que vai recorrer da decisão. "A defesa ainda não foi intimada sobre o resultado do processo, quando ocorrer e tomar ciência apresentará recurso, já que foi comprovado por meio de testemunhas a existência dos atendimentos prestados.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo