O candidato do PT a prefeito de Maringá, José Cláudio Pereira Neto, tem 46 anos, solteiro e é natural de Cambira (PR). Mudou-se com a família para Maringá aos 9 anos, foi militante estudantil, presidente da União Maringaense dos Estudantes Secundaristas e da União Paranaense de Estudantes (UPES). Formado em Direito, José Cláudio passou por várias profissões até chegar a ser um pequeno empresário, com uma indústria de colchões. A empresa, fundada há 11 anos, tem cerca de 20 funcionários e é administrada pela família.
José Cláudio passou pela Arena, de onde saiu por não compartilhar as propostas do partido. No PT, ele presidiu o diretório local e saiu candidato a prefeito em 1996, quando fez 11 mil votos. No primeiro turno, José Cláudio apareceu inicialmente em quinto lugar nas pesquisas, mas nunca passou do quarto. Depois, disparou na frente. José Cláudio conseguiu 40.663 votos – 24,54% do total válido.
O candidato da Coligação Liberta Maringá (PTB/PDT), Manoel Batista da Silva Júnior, o Dr. Batista, é paulista de Pompéia e tem 47 anos. Formou-se em Medicina em 1983 pela Faculdade de Ensino Superior de Marília. Depois de se especializar em clínica médica e cirurgia do aparelho digestivo e endoscopia, Batista se mudou para Maringá em 1986. Casado com Cleonice Batista, o médico tem duas filhas, Dayane e Djeiane.
Membro da Pastoral da Saúde, Dr. Batista ficou conhecido pela realização de palestras sobre saúde em bairros e empresas. Ele se elegeu pela primeira vez em 1992, com pouco mais de 2 mil votos. Na segunda eleição, em 1996, fez mais de 3,5 mil votos, o que animou uma candidatura a deputado estadual há dois anos.
Apesar de ser um dos candidatos mais votados da região, com 17.780 votos, Dr. Batista não conseguiu se eleger deputado por falta de legenda. Candidato a prefeito pela primeira vez, ganhou adesões. E de terceiro ou quarto nas primeiras pesquisas acabou se elegendo para o segundo turno com 39.281 votos, 24,67% do total.