A vereadora Ana Paula Ferreira Chudzik (PTB) sugeriu que a Prefeitura de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, construa um monumento para homenagear as pessoas que perderam a vida para a Covid-19 na cidade. O boletim mais atualizado, divulgado nesta terça-feira (10), mostra que 157 procopenses morreram por causa da doença. Até o momento, 7.165 casos foram confirmados, sendo que 69 estão em tratamento domiciliar e quatro internadas em hospitais.

Imagem ilustrativa da imagem Em Cornélio Procópio, vereadora quer monumento para vítimas da Covid-19
| Foto: Arquivo Folha

Segundo a parlamentar, a ideia ganhou força depois de ter perdido o marido para o coronavírus em junho deste ano. Júlio César Chudzik ocupava um cargo comissionado na prefeitura, tinha 54 anos e ficou 21 dias entubado na Casa de Saúde Dr. João Lima, referência no município. "Minha filha de sete anos não pôde se despedir dele. Não teve velório e isso machuca bastante", comentou.

A vereadora não soube dizer qual material poderia ser usado no monumento, mas deu algumas indicações. "Já recebi sugestões de ser um símbolo com duas asas, algo apontando para cima. Teria que incluir os nomes das vítimas. Inicialmente, a estrutura seria instalada na Praça Irmã Pierina, no centro, para lembrar também o esforço dos profissionais de saúde", disse.

Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Cornélio Procópio informou que fará um estudo para verificar se a proposta da vereadora é viável ou não.