No último dia da campanha eleitoral na TV e no rádio, candidatos a prefeito de Curitiba, Londrina e Maringá participam de debates promovidos pelas emissoras locais da Rede Paranaense de Televisão (Rede Globo). A partir de amanhã, com o fim do horário gratuito, a Justiça Eleitoral só permitirá a distribuição de propaganda. Estão proibidos os comícios e reuniões com eleitores.
Os dois candidatos a prefeito de Curitiba, Ângelo Vanhoni (PT) e Cassio Taniguchi (PFL) já confirmaram presença no debate da TV Paranaense, que retransmite para a região metropolitana da capital. O programa será mediado pelo jornalista Carlos Tramontina, e seguirá as mesmas regras dos outros debates previstos para a noite de hoje nas restramissoras. No Paraná, o programa será realizado também em Londrina e Maringá, cidades onde haverá o 2º turno. O programa começa às 22h45 e terá 45 minutos, sem considerar os intervalos comerciais.
Em Curitiba, nas ruas próximas à emissora, no Bairro Batel, haverá controle do acesso dos cabos eleitorais. Só poderão entrar nos estúdios jornalistas e assessores credenciados pelo departamento de jornalismo da emissora. O debate de hoje é o terceiro realizado no segundo turno em Curitiba. Dois deles foram ao ar pela TV Bandeirantes e, o outro, na TV Iguaçu (SBT).
Em Londrina, Nedson Micheleti (PT) e Barbosa Neto (PDT), se encontram hoje no quarto debate deste 2º turno. O programa terá quatro blocos, onde os candidatos farão perguntas entre si. Como no primeiro turno, o programa será mediado pela jornalista Sônia Bridi, de São Paulo.
O chefe de redação da TV Coroados, jornalista Eduardo Abilhoa, adiantou ontem que, de acordo com as regras acertadas com as assessorias dos dois candidatos, no primeiro bloco os dois responderão a uma pergunta formulada pela produção.
Após os dois estarão respondendo a 12 perguntas, das quais seis serão temáticas, relacionadas às propostas para os setores da saúde, educação, segurança, administração pública, habitação e emprego. As demais perguntas poderão ser feitas de livre escolha do candidato. De acordo com Abilhoa, cada candidato que formular uma pergunta ao adversário terá direito a réplica. Quem responde tem direito à tréplica. Direitos de resposta serão decididos na hora pela produção do programa.
Já os dois candidatos a prefeito de Maringá, José Cláudio (PT) e Dr. Batista, da coligação Liberta Maringá (PTB/PDT), confirmaram participar hoje do debate da TV Cultura, retransmissora da Rede Globo. O mediador será o jornalista e apresentador Herivelton Oliveira, de Curitiba. O candidato petista diz que o debate será a oportunidade para fazer todos os questionamentos ao adversário.
‘‘Estamos usando o horário eleitoral para apresentar propostas’’, diz ele, se referindo à publicidade da coligação Liberta Maringá, que vem atacando o PT. ‘‘Não vou mandar ninguém para me substituir’’, lembrou José Cláudio. Dr. Batista acha que o debate vai consolidar a ‘‘virada’’. Ele diz que não tem o que temer e está preparado para um embate de alto nível.