Corregedor quer votar suspensão de Bolsonaro
O corregedor-geral da Câmara, Severino Cavalcanti (PPB-PE), quer que o plenário vote, ainda durante a convocação extraordinária, proposta de suspensão por 30 dias do deputado Jair Bolsonaro (PPB-RJ). O corregedor acha mais difícil aprovar a cassação de Bolsonaro – que defendeu o fuzilamento do presidente Fernando Henrique Cardoso – de acordo com o que pediu ontem, oficialmente, o líder do governo no Congresso, deputado Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM).