Dois candidatos a vereador pelo PV em Guarulhos estão sendo acusados de cometer crime eleitoral. As denúncias de troca de cirurgias por votos envolveriam também o atual prefeito, Jovino Cândido (do mesmo partido), que busca a reeleição. Ele chegou ao segundo turno contra Elói Pietá (PT) graças, em parte, à divulgação pela Rede Globo de denúncias de uso de vasectomias e laqueaduras para arrebanhar eleitores para a chapa do candidato derrotado Paschoal Thomeu (PTB). Uma das acusadas, Maria Auxiliadora, teve a candidatura à Câmara contestada pela Justiça Eleitoral, por ser cunhada de Cândido. Membros do Conselho Municipal de Saúde, que perderam o mandato e foram destituídos pelo prefeito com base em uma liminar dada à administração municipal, gravaram conversas com ela e com o pai do candidato Tico Emerson, Afonso Moreira.