Brauer diz que foi mal interpretado
O brigadeiro Walter Werner Brauer, ex-comandante da Aeronáutica, disse ontem que não é racista e que não quis ofender os judeus ao fazer, em entrevista à revista ‘‘Veja’’, elogios a Adolf Hitler. ‘‘Não achei que minha declaração sobre Hitler (‘‘Não o defendo, mas não posso atacá-lo; se conseguiu mobilizar uma nação como a Alemanha, deve ter o seu valor’’) fosse ambígua; não pude completá-la’’, disse. ‘‘Eu disse que Hitler foi um líder, que ergueu a Alemanha, até então humilhada pelo Tratado de Versalhes, mas não cheguei a completar: Hitler lançou a Alemanha em uma guerra absurda e promoveu um genocídio, nisso foi absolutamente errado.’’