EDITORIAL -

Vocação para turismo de eventos e negócios


Folha de Londrina
Folha de Londrina

A Prefeitura de Londrina anunciou nesta quinta-feira (23) que o investimento de R$ 1,7 milhão na decoração natalina no final do ano passado teve um retorno de pelo menos R$ 8 milhões, em recolhimentos de ISS (Imposto Sobre Serviços), destinados ao caixa municipal.


A experiência é mais uma prova da vocação da cidade no setor de turismo de eventos e negócios e que seu potencial pode se estender e ir muito mais longe . A capital do Norte é uma referência regional e pode atrair diferentes públicos com potencial de compra ao município e movimentar a economia da região, além da geração de empregos direitos e indiretos.




O turismo de eventos e negócios tem uma representatividade maior a cada ano no PIB nacional e movimenta uma cadeia produtiva, que integra viagens áreas e rodoviárias, hotéis, restaurantes, fornecedores, marketing de conteúdo e muito mais.


O setor pode ser uma das alternativas para o crescimento econômico de Londrina, que se consolida como uma das principais cidades do interior do País. Uma ótima rede de hotéis e restaurantes, vocação para negócios, inovação tecnológica, comércio de rua e shoppings, prestação de serviços e um calendário de eventos, que conta com consagrados festivais.


No Natal de 2019, o gasto médio do consumidor no comércio local foi de R$ 210,31 um crescimento de quase R$ 30 nos últimos quatro anos.  De acordo com a Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina), 57% dos empresários do ramo afirmam que a decoração, iluminação e apresentações artísticas estimularam as compras e 75% das lojas disseram que identificaram clientes de outras cidades.


Durante o período de 25 dias, monitorado pela Codel, mais de 485 mil passageiros passaram pelo Terminal Rodoviário de Londrina, o que representa um incremento de 18.323 pessoas em relação ao ano anterior. No Aeroporto José Richa, quase 78 mil passageiros passaram pelo local. 


O resultado mostra que a cidade tem muito potencial para investir neste setor e realizar novas campanhas com o envolvimento da sociedade.    

 

É preciso, então, investir em locais apropriados para atrair grandes eventos e dar continuidade na realização de campanhas que aumentam a autoestima e orgulho de ser londrinense, como ocorreu neste fim de ano, quando muitos foram até o Lago Igapó tirar uma foto no letreiro e estampar nas redes sociais seu amor pelo Natal em Londrina.


Obrigado por ler a FOLHA!


 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias