|
  • Bitcoin 118.060
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3411
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 02/08/2022, 00:24

OPINIÃO DO LEITOR - Viadutos

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 02 de agosto de 2022

Adriana de Cunto - Diretora de Redação
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Pois bem, o viaduto em Cambé no final da Avenida Brasil com a BR 369 e Bratislava está pronto e liberado. Mas o que é o Bratislava? São chácaras. Agora, e em Londrina que tem muitas necessidades de viadutos e não são realizados. Tantos pontos da Br 369 que corta a cidade, locais esses perigosos, com frequentes acidentes e que muitas vidas foram destruídas, não tem viadutos e nem se cogita ter. Aliás porque não construir o contorno norte ou sul em Londrina? E o viaduto da PUC, do Parque das Industrias leve, entre outros?

Onde está a força política de Londrina, senhores vereadores, deputados estaduais, federais e o eterno senador Álvaro Dias? Cambé tem mais força política que Londrina? Aliás, a segunda maior cidade do Paraná nos últimos anos não teve nenhum secretário de estado. Nossos políticos são incompetentes para assumir uma pasta? As eleições estão aí, então, nós eleitores, temos que dar uma resposta a esse povo, exigir obras para a cidade, pois até agora só temos flores.

Sidney Girotto (médico) Londrina 

Armas e bibliotecas 

O colunista Marco A. Rossi  afirmou, em sua coluna do dia 20/07/2022, o seguinte: “Sujeitos que idolatram as armas não amam os livros, detestam a palavra, fogem do plural convívio humano”.  

Eu amo os livros e adoro armas. Assim como eu, conheço profissionais liberais, funcionários públicos, empresários, policiais e fazendeiros que convivem pacificamente com seus livros e suas armas. Não há problema algum em gostar de livros e de armas. Livros trazem conhecimento e armas garantem proteção e liberdade.  

Tampouco fugimos das palavras, mas numa democracia a minoria deve ser ouvida, porém prevalece a vontade da maioria. E por fim não fugimos do plural convívio humano pois estamos cercados de familiares e amigos com as mais diferentes vertentes. Apenas aceitamos e respeitamos, mas não concordamos.  

Mas caso o colunista tenha alguma ideia genial de como conter, por exemplo, um ataque de uma nação inimiga ao nosso país sem o uso de armas (como está ocorrendo na Ucrânia, neste momento), eu, as Forças Armadas, as polícias e os atiradores civis (CACs), dentre outros, temos a maior curiosidade em ouvir o seu santo plano. 

Por fim, lembre-se de que são as armas que garantem a existência dos livros! Neste sentido, diga quantas bibliotecas existem em Cuba? 

 Gregório A. Thanes Montemór (advogado) Londrina

Eleições 2022

Creio que nosso presidente Bolsonaro,  caso não consiga ser reeleito, ele, como um bom patriota, vai respeitar as regras do pleito e da justiça federal e vai entregar o governo para o comando de quem for eleito, num espírito democrático, austero e pacífico, é o que todos almejamos de nossos representantes no cenário público de nosso país.

Célio Borba (autônomo) Curitiba 

Os artigos, cartas e comentários publicados não refletem, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina, que os reproduz em exercício da sua atividade jornalística e diante da liberdade de expressão e comunicação que lhes são inerentes.

COMO PARTICIPAR| Os artigos devem conter dados do autor e ter no máximo 3.800 caracteres e no mínimo 1.500 caracteres. As cartas devem ter no máximo 700 caracteres e vir acompanhadas de nome completo, RG, endereço, cidade, telefone e profissão ou ocupação.| As opiniões poderão ser resumidas pelo jornal. | ENVIE PARA [email protected]