OPINIÃO DO LEITOR - Van Gogh e a ciência!


A excelente reportagem sobre novas pesquisas em obras de artes, realizadas usando técnicas da fluorescência do RX, mais precisamente baseadas na transição dos elétrons atômicos, um recurso imensurável para novas descobertas na arqueologia, principalmente por não ser invasiva ou destrutiva, um passo para evolução e agregar mais conhecimentos por este recursos. Parabéns à  UEL por essa conquista da doutrina de Física Nuclear Aplicada e a sua equipe de professores e alunos. Somente uma ressalva na matéria  da Folha, citando o pintor holandês como a figura mais importante e influente da história das artes, merecidamente tem seu lugar como referência na excelência de seus quadros, porém seria no mínimo desmerecer grandiosidades como Leonardo da Vinci, Renoir, Monet, Rembrandt, Van Dick, Michelangelo, Di Cavalcanti, Portinari e mais um universo de estrelas brilhantes com seus legados nos museus, em casas de colecionadores e até em cofres como verdadeiras jóias guardadas.

Nas artes, em qualquer esfera, seja ela na pintura, música, teatro, escultura, cinema e dança, temos exemplos de magnitude no propósito do artista , porém ela é universal e não há ranking como numa competição, para colocar no pódio nivelando a classificação. Sim, o artista recebe olhar de cada um  através do prisma no qual se vê sua obra, ali teremos uma bela e infinita manifestação da pureza e força de expressão. Sem, portanto, avaliação como o menor e muito menos o maior. Apenas existem e são únicas ! Ainda bem!! 

Glauco Borba (dentista) Londrina

Nosso Brasil varonil 

Nosso pobre país está ferido impiedosamente por uma pandemia jamais vista em nossa querida e judiada pátria. Em condições desse tipo, normalmente, a cobrança começa, justamente em cima daquele que realmente carrega o país nas costas, ou seja, o trabalhador. Que tal invertermos essa situação, eliminando todo e qualquer tipo de “penduricalho” existente na administração pública do país, desde as câmaras de vereadores, prefeitos, governadores, deputados, senadores e demais agentes públicos. Infelizmente, 30% desse pessoal trabalha, os demais são verdadeiros sugas! Funcionários de empresas privadas de economia mista, é justo que tenham direito a dividendos, desde que haja lucro. É inadmissível que funcionário de empresa pública receba qualquer verba adicional, além de seu salário contratado. Não podemos, jamais, tirar dinheiro do contribuinte para agradar qualquer que seja o funcionário. E pra finalizar: cinco partidos políticos é o suficiente, nada mais que isto, para funcionar a política de qualquer país do mundo!

Wilson Oliveira Trindade (bacharel em direito)  Londrina 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo