|
  • Bitcoin 119.909
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 13/03/2022, 08:22

OPINIÃO DO LEITOR - Piada internacional

Veja a opinião dos leitores da Folha de Londrina

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022

Adriana de Cunto - Diretora de Redação
AUTOR autor do artigo

Foto: iStock
menu flutuante

As mulheres brasileiras tiveram bem pouco para  comemorar no Dia  Internacional da Mulher. As agressões psicológicas, sexuais, abandono, fome, desemprego, feminicídio só aumentam Brasil afora, porque as nossas leis são piadas sem graça. Crime hediondo com progressão de pena é de dar pena. Uma mulher é assassinada a cada seis horas no Brasil. Os políticos e principalmente as deputadas políticas parecem que estão dormindo, roncando, nada fazem. Vidas femininas também importam não importando a cor ou a classe social. Escrevo nesta coluna há 45 anos e em 1980 uma mulher era assassinada a cada 18 horas. Sinal que a venda de armas só serviu para aumentar esse tipo de crime. Parece que infelizmente se matar uma capivara ou uma anta é mais crime do que uma mulher. Ser mulher no Brasil é escapar de um leão por dia. Vocês queimam a minha cara de vergonha.

Imagem ilustrativa da imagem OPINIÃO DO LEITOR - Piada internacional Imagem ilustrativa da imagem OPINIÃO DO LEITOR - Piada internacional
|  Foto: iStock
 

Manoel José Rodrigues (assistente administrativo) Alvorada do Sul 

Pena máxima do Brasil 

Já passou da hora de se levar em conta os direitos e deveres observados em nossa "Carta Magna". Começando pelos indignos representantes da lei que se apossaram das cátedras dos Três Poderes, com raríssimas exceções. Tanto no Legislativo, Judiciário e Executivo, seria ótimo se os membros desses Poderes fossem pessoas do "bem" cumpridores dos seus deveres, com amor e dedicação à nossa querida e sofrida pátria Brasil. Pra começar, se assim fosse, não teríamos essa "sopinha de letras". chamada de partidos políticos. Para ingressarmos num partido político, precisamos apresentar diversas certidões negativas, boa conduta, protestos, idoneidade , residência, etc.; todas com firmas reconhecidas. A expressão "vergonha na cara" é desconhecida pela maioria dos nossos representantes públicos, infelizmente. Temos ministros que agem como verdadeiros advogados de defesa de bandidos. A desembargadora de um estado brasileiro liberou seu filho da cadeia pelo fato do mesmo ter sido apreendido com apenas 129 kg de maconha; seu irmão, advogado, que também foi preso por assalto à mão armada. Ambos foram soltos; um por ser diagnosticado com o "transtorno de Borderline" e o outro por ser filhinho querido da. juíza. Tá ou não tá faltando seriedade no cumprimente de nossas leis? 

.Wilson Oliveira Trindade - bacharel em Direito - Londrina Pr.  

Os artigos, cartas e comentários publicados não refletem, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina, que os reproduz em exercício da sua atividade jornalística e diante da liberdade de expressão e comunicação que lhes são inerentes.

COMO PARTICIPAR| Os artigos devem conter dados do autor e ter no máximo 3.800 caracteres e no mínimo 1.500 caracteres. As cartas devem ter no máximo 700 caracteres e vir acompanhadas de nome completo, RG, endereço, cidade, telefone e profissão ou ocupação.| As opiniões poderão ser resumidas pelo jornal. | ENVIE PARA [email protected]