OPINIÃO DO LEITOR - "Não existe almoço grátis!!"


Opinião do Leitor
Opinião do Leitor

Dengue I

Folha Redes (21/01) - muito fácil e cômodo criticar a gestão pública pelo atual cenário da dengue no Estado e na cidade. Ao invés de criticarmos apenas dizendo “Falta de Gestão da Saúde”, que tal se cada um fizesse a sua parte?? Por onde andamos na cidade, observa-se na maioria das casas, verdadeiros criadouros do mosquito da dengue. A população em geral deveria se preocupar mais e cada um cuidar do seu nariz ao invés de jogar toda responsabilidade para a Gestão Pública. Pensem nisso. 

Antônio Carlos Pescador (autônomo) - Londrina

***

Dengue II

Está entre as atribuições da Secretaria de Saúde de qualquer lugar promover ações educativas, culturais (e até de vergonha-na-cara se for o caso) assim como de fiscalização e de exigência do cumprimento de leis que se apliquem às boas práticas de Saúde Pública. Então o órgão principal e maior responsável pelo sucesso ou fracasso no combate às doenças é sim a secretaria de saúde, e garanto que todos torcemos para o sucesso de sua gestão. Entretanto, não é hora de procurar culpados e sim de procurar soluções. 



Rubem Cauduro (professor) - Londrina 

***

Não existe almoço grátis!! 

Parabéns a Folha de Londrina pela matéria de 22/01, (FL Opinião - Editoral). Temos visto muitos casos de pessoas caindo no conto do bilhete, pirâmides e vários tipos de golpes. Tenho uma opinião de que qualquer negócio tem que ser bom para ambas as partes, quando alguém “ganha” muito, cuidado por que alguém vai perder muito. Num mercado financeiro com juros de poupança e aplicações em torno de 0,5% ao mês, qualquer outra opção acima de 1% existe o risco de cair em golpe ou pirâmide, essa é o que mais tem no mercado.

Antônio Carlos Pescador - Autônomo - Londrina - PR   

***


HÁ 40 ANOS - 23 de Janeiro de 1980

Presença de Sinatra só trouxe confusão 

Ontem, quando Frank Sinatra finalmente desceu de sua suíte presidencial, às 16h15m, para o último ensaio antes do seu show, à noite, a impressão que se teve é de que, a cada aparecimento seu, novas confusões surgirão nas dependências do Rio Palace Hotel. Dessa vez, assessores do cantor, funcionários da Artplan e até alguns hóspedes se viram envolvidos no clima tenso, de violentos bate-bocas e até ofensas pessoais vividos por todos que estavam no 4° andar, pouco antes do início do ensaio. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias