|
  • Bitcoin 111.383
  • Dólar 5,2423
  • Euro 5,5322
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 23/05/2022, 07:01

OPINIÃO DO LEITOR - Homeschooling

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 23 de maio de 2022

.
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O imenso perigo do ensino no lar, o tal de homeschooling, não é o do não aprendizado ou do aprendizado defeituoso, errado, incompleto, tendencioso, doutrinário. O risco maior não é o de se formar uma geração que não sabe pensar, que não consegue apreender nem compreender; o verdadeiro risco é a violência contra as crianças, principalmente a violência sexual, já que a maioria dos casos de abuso contra crianças, levando até à morte violenta desses pequenos seres indefesos, ocorre no lar. As crianças afastadas do convívio social, longe de outras crianças, de professores e outros profissionais capazes de identificar a violência e o sofrimento infantil, não terão defesa, não terão como mostrar a alguém o que está acontecendo com ela. 

Cleisson Cezar do Amaral Dias (médico) Siqueira Campos

Orçamento secreto

Em tempo que se diz de intolerância com a corrupção, agora inventaram o orçamento secreto, que nada mais é do que uma forma de não prestar contas do dinheiro dos impostos. As autoridades e entidades que poderiam intervir nesta pouca vergonha parece que estão inertes, anestesiadas em seu comodismo. Não consigo entender que qualquer governo que se diz incorruptível use este estratagema com dinheiro público, sem transparência. Com a saúde caindo aos pedaços, a educação de dar dó, a segurança que não existe, qualquer dinheiro poderia ajudar. Enquanto milhões de brasileiros estão sem emprego, sem água tratada, sem teto, sem comida, sem gás, mas principalmente sem esperança os políticos de Brasisland estão nadando de braçada nas piscinas de bilhões de reais, no segredinho. Se estamos numa democracia com igualdade não estaria na hora de se criar a declaração do imposto de renda secreta também? 

Manoel José Rodrigues (assistente administrativo) Alvorada do Sul 

Os artigos, cartas e comentários publicados não refletem, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina, que os reproduz em exercício da sua atividade jornalística e diante da liberdade de expressão e comunicação que lhes são inerentes.

COMO PARTICIPAR| Os artigos devem conter dados do autor e ter no máximo 3.800 caracteres e no mínimo 1.500 caracteres. As cartas devem ter no máximo 700 caracteres e vir acompanhadas de nome completo, RG, endereço, cidade, telefone e profissão ou ocupação.| As opiniões poderão ser resumidas pelo jornal. | ENVIE PARA [email protected]