|
  • Bitcoin 147.657
  • Dólar 4,8786
  • Euro 5,1458
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 25/04/2022, 19:29

OPINIÃO DA FOLHA - A importância do voto do jovem

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 26 de abril de 2022

Folha de Londrina
AUTOR autor do artigo

Foto: iStock
menu flutuante
salvador, bahia, brazil - july 31, 2018: electronic ballot box used in elections in Brazil and seen in the city of Salvador. salvador, bahia, brazil - july 31, 2018: electronic ballot box used in elections in Brazil and seen in the city of Salvador.
salvador, bahia, brazil - july 31, 2018: electronic ballot box used in elections in Brazil and seen in the city of Salvador. |  Foto: iStock
 

Este ano, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente, governador, deputado federal e estadual e senador. A disputa pelo poder promete ser acirrada, como todos os anos. E o mais importante é que o eleitor participe efetivamente para que a democracia do país possa cada vez mais se consolidar. 

Votar é um direito de todos os brasileiros acima de 16 anos. Quem tem 16 e 17 anos ou acima de 70 não é obrigado a comparecer às seções eleitorais. No entanto, a Justiça Eleitoral está incentivando que os adolescentes aptos corram para tirar o título e serem permitidos a votar. 

Há anos, a Secretaria de Comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) promove a campanha “Bora Votar!”. O objetivo foi incentivar a participação dos adolescentes na vida política e conscientizá-los sobre o potencial que o voto tem de mudar a realidade do país. 

Em Londrina e outras cidades do estado, uma iniciativa importante neste sentido foi tomada no fim de semana. A Justiça Eleitoral organizou um grande plantão para emissão do primeiro título de eleitor. O trabalho ocorreu em 23 municípios paranaenses. Com acesso aos serviços da Justiça Eleitoral facilitados, foram emitidos 2.135 títulos em dois dias. O mutirão em Londrina rendeu 745 atendimentos, a maioria de regularizações (318), além de 172 alistamentos e 255 transferências de domicílio. 

O prazo para tirar o título e para outros serviços, como mudança de domicílio eleitoral e atualização de dados, está acabando. Termina em 4 de maio, 150 dias antes das eleições, que acontecem no dia 2 de outubro (1º turno) e 30 de outubro (se houver 2º turno). 

Houve também atendimento especial no Litoral, com foco em comunidades indígenas, quilombolas e caiçaras. Em Guaraqueçaba, a Justiça Eleitoral montou uma estrutura para atender a população que necessita se deslocar até Antonina, a 97 km de distância.  

"Temos que ir onde o eleitorado está", resumiu o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura. 

Não é preciso, porém, ir até um cartório eleitoral, pois a coleta das digitais está suspensa. O interessado pode acessar o documento eleitoral no app e-Título (Google Play ou App Store) ou imprimir em casa a segunda via, em qualquer tipo de papel.  

Em caso de dúvidas, pode procurar o 0800-640-8400 (ligação gratuita), acessar o serviço de conversa textual do Balcão Virtual ou entrar em contato por e-mail ou WhatsApp com a sua zona eleitoral. Exercer a cidadania é a maior demonstração de garantir que as conquistas geradas pela democracia não sejam revertidas.

Obrigado por ler a FOLHA!