OPINIÃO DO LEITOR -

NOVA FOLHA, 71 ANOS


Nossa, fantástico o novo projeto gráfico da FOLHA. Parabéns a toda equipe. O jornal faz parte de minha história de vida!!!  

LUIZ GALHARDI (Londrina Pazeando) - Londrina 


Muito orgulho de fazer parte desta história! Lembro desde quando pequeno, quando morava no centro, meu trabalho matutino era descer as escadarias de onde morava para junto ao meu pai ler o jornal todo dia de manhã... Hábito que nos acompanha até hoje, meu pai em sua casa, eu no trabalho, não dá pra começar o dia sem estar bem informado. Parabéns a todo o time da Folha, vocês fazem e registram a história de Londrina! 

CARLOS VICCI (diretor da Unicesumar Londrina) - Londrina  


Parabéns a toda equipe FOLHA. Também sou assinante há mais de 15 anos. Todos sabem o grande desafio que é manter um jornal em atividade. Desejo muito sucesso ao grupo FL!!! 



DENILSON NOVAES (ex-superintendente Caapsml e sevidor municipal) - Londrina 

 

A Folha faz parte da minha vida e da minha trajetória profissional desde  sempre. Acho que sou assinante desde 1969. E a Folha Rural, então? É muita história! Espetacular a "Nova Folha"! Renovação e Reinvenção.  

FLORINDO DALBERTO (ex-diretor-presidente do Iapar) - Londrina  


Parabéns pelo novo formato da Folha de Londrina. Sou assinante há mais de 20 anos e todos os dias de manhã nossa família recebe notícias sempre atualizadas. 

 LAERCIO DE OLIVEIRA - Londrina  


Árvores e boletos  

As empresas Vivo e Claro (antiga NET) deixaram de enviar boletos, via correio, para serem quitados nas redes bancárias com alegação de que seria necessário cortar várias árvores para produzir os ditos documentos. No entanto, os dirigentes dessas empresas não enxergam que as árvores que eles não cortam, nós, consumidores de seus serviços, temos de cortar a fim de emitir os documentos necessários para efetuar os pagamentos. Deveria ser opcional a questão do envio pelo correio, considerando que seria obrigação entregar os boletos nas mãos dos que assim o desejarem. Assumiram, sem disfarce, o caráter caridoso com o chapéu alheio. Situações desagradáveis como esta nos fazem pensar seriamente em procurar outras empresas que ofereçam a prestação dos mesmos serviços. 

ROBERTO ANTONIO DE CARVALHO (aposentado) - Londrina 



Continue lendo


Últimas notícias