MEMÓRIA| Descobertos mais 2 casos de supervacinação

09 de Junho de 2003

A Secretaria de Saúde de Londrina informou ontem que foram confirmados, no final da última semana, mais dois casos de crianças menores de cinco anos que receberam uma superdose da vacina contra febre amarela na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim do Sol (zona oeste). As crianças passam bem e continuam sendo monitoradas. Até agora foram registrados quatro casos. Duas crianças apresentaram um pequeno quadro febril mas que não estaria relacionado com a superdosagem. A gerência de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde informou que foi descartado o risco das crianças supervacinadas desenvolverem encefalomielite (inflamação cerebral). O erro, segundo a gerente de epidemiologia, Sônia Fernandes, foi provocado pela aplicação de uma quantidade incorreta do diluente usado para aplicar a vacina. Enquanto era necessária uma quantidade de 50 ml, foram usados apenas 5 ml. Todas as unidades de saúde receberam novas orientações sobre cuidados na aplicação de vacinas.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo