Informe Folha


Peixe fora d’água
Peixe fora d’água

Neco Garcia confidenciou ontem que se antecipou a Jaime Lerner, anunciando seu desligamento da presidência do Banestado no segundo mandato do governador, porque começa a se sentir um peixe fora d’água na fase de saneamento e privatização que se inicia. O processo agora é para quem é do ramo bancário, em função do volume de documentos do mercado financeiro que precisa de aval da direção do banco. Para Neco Garcia, o melhor perfil para este momento do banco estadual ‘‘é o de uma pessoa como Karlos Rischbieter’’. Ele ressalvou, porém, que não está antecipando o nome do sucessor, mas apela que a indicação do governador seja logo, para uma transição serena.


Puxão de orelha
Plauto Miró (PFL) posava ao lado de Lerner na inauguração de uma fábrica da Sadia, em Ponta Grossa, quando recebeu um ultimato do líder do governo, Valdir Rossoni, para participar da sessão de ontem da Assembléia, em Curitiba, especialmente para retirar de pauta uma emenda sua que inviabilizaria a privatização da Sanepar.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo