OPINIÃO DO LEITOR -

Incoerência ou corrupção?


É público e notório que o nosso presidente, Jair Messias Bolsonaro, sempre que provocado, externaliza expressões, atitudes, gestos e comportamentos, que não repercutem na essência e no resultado do seu trabalho, mesmo porque possui uma equipe extraordinária, para o funcionamento da máquina pública. O fato de ter participado da manifestação no dia 15, após ter recomendado o seu adiamento, em função do coronavírus, motivou o “repúdio dos mesmos”.  Matérias jornalísticas foram divulgadas, repletas de adjetivos qualificativos deploráveis, desrespeitosos, chulos, falsos, ofensivos, grosseiros, desonestos, vulgares e caluniosos, direcionados ao mandatário máximo da nação e aos brasileiros responsáveis. O grito patriótico nas ruas e avenidas, se restringiu a apelos ordeiros e pacíficos, no sentido de sensibilizar o Congresso Nacional e o STF sobre o apoio às investidas do Poder Executivo, no projeto de reconstrução nacional. Sem nenhuma dúvida, com o comparecimento na épica manifestação, Bolsonaro praticou uma atitude incoerente. Porém, contudo e todavia, responsabilizá-lo pela disseminação da pandemia, é o cúmulo do absurdo da estupidez. Tem tomado todas as providências necessárias e compatíveis para o enfrentamento da pandemia que assola o mundo. Num curto espaço de tempo, a doença, se Deus quiser, será apenas uma triste e trágica lembrança. Com muito orgulho, sendo um dos 57 milhões de brasileiros da bandeira verde e amarela, absolvemos a incoerência e louvamos o fim da corrupção sistêmica nacional. Roberto Delalibera (advogado) Londrina 


Parabéns, Athlético Paranaense! 

A pandemia global tem levado o sistema de saúde ao colapso. Neste momento temos que nos irmanar e ser solidários com o nosso próximo. Infelizmente algumas empresas estão fazendo desse momento de angústia e incerteza da população uma forma de aumentar os seus lucros, majorando significativamente os valores do álcool gel e da máscara. Felizmente temos a contrapartida: a diretoria do Athlético Paranaense disponibilizou ao estado a sua arena e o centro de treinamento para utilização do combate à pandemia. Esperamos que empresários, igreja católica/evangélica e outros deem a sua colaboração para que muitas vidas sejam salvas. Adoniro Prieto Mathias (comerciante) Londrina 



Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias