Humilhação no pedágio


Opinião do Leitor
Opinião do Leitor
Pedágio de JataizinhoEntra governo, sai governo e a humilhação ao povo do Norte do Paraná continua na praça de pedágio em Jataizinho. Somos obrigados a pagar mais de R$ 20 para irmos às cidades vizinhas, gastando o dobro do que gastamos em gasolina. A vergonha não termina aí, pois temos que viajar em uma estrada parecida com carreador de fazenda, com curvas que mais parecem esquinas. Vemos pessoas sendo presas por desvios no pedágio, ficamos mais humilhados, pois estamos sendo cúmplices desses roubos, pois o dinheiro roubado é tirado de nossos bolsos. Sentimos ainda mais revoltados ao viajar pelo sul, onde os pedágios em Santa Catarina chega a ser 90% mais barato em BR duplicadas. Senhores deputados, façam alguma coisa, não é possível que não possa ser feito nada, ou rasguem suas carteiras de parlamentar já que não podem fazer nada. Como vocês votaram rapidamente a Previdência, será que mexer no bolso dos outros é mais fácil? Será que é uma fonte de corrupção onde os políticos buscam dinheiro para suas campanhas? Sebastião Calmezini (empresário) - LondrinaLulinha, o fenômenoA operação Lava Jato descobriu que “Lulinha”, filho do ex-presidente Lula, passou de um simples e modesto cargo no Zoológico de São Paulo a empresário do mais “alto calibre”, tendo construído um patrimônio imenso.  Seus inúmeros “negócios” construídos à sombra do seu pai, poderoso à época, hoje condenado Lula da Silva. As tramoias, os arranjos e as tramas, promovidas com auxílio dos mais altos dignitários da República e chanceladas pelo pai, o transformaram num homem super, hiper rico.  O despudor demostra claramente que eles trabalhavam para eles todos, sem pensar no povo que representavam.  Assim, os petistas e a esquerda, usavam o populismo democrático, dizendo que sua preferência era pelos pobres, enquanto viviam “nababescamente” gastando o sofrido “dinheirinho” dos brasileiros, escravizados pela escória imunda que sequestrara o Estado. Agora o Ministério Público e a Polícia já têm material suficiente que comprova o irreparável dano causado à sociedade, pelos que se arrogavam em defensores dela. O Brasil está melhorando, com grande dificuldade, apesar da desonestidade de algumas críticas que querem a continuação do caos e da miséria.  Servio Borges da Silva (advogado) - Londrina 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo