|
  • Bitcoin 106.900
  • Dólar 5,2635
  • Euro 5,5391
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 17/05/2022, 19:29

Há 30 anos, OMS tirou homossexualidade de catálogo de distúrbios

18 de maio de 2020

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 18 de maio de 2022

.
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Neste domingo (17), faz 30 anos que a OMS (Organização Mundial da Saúde) retirou o homossexualismo (o sufixo “ismo” refere-se a doença na medicina) da 10ª edição da CID, sigla em inglês para Classificação Estatística Internacional de Doenças. Antes da mudança, a homossexualidade (o sufixo “dade” significa comportamento) estava no mesmo patamar de transtornos como a pedofilia. Em 1973, a Associação Americana de Psiquiatria já havia banido a homossexualidade de sua lista de distúrbios. No Brasil, a medida foi tomada pelo Conselho Federal de Medicina em 1985, após pressão do Grupo Gay da Bahia, conta Luiz Mott, fundador da instituição. O 17 de maio virou o Dia Internacional Contra a Homofobia e a Transfobia.