ESPAÇO ABERTO: Maior construtora do Sul do Brasil: os valores por trás da conquista

Ser reconhecida entre as maiores construtoras brasileiras é uma informação que chancela as boas decisões

Alexandre Fabian
Alexandre Fabian


O mercado imobiliário foi um dos setores que mais registrou crescimento no Brasil durante a pandemia. Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) revelam que em 2020 foram vendidos 189.857 imóveis residenciais novos no país, volume 9,8% maior do que no ano anterior. No primeiro semestre de 2021, as vendas cresceram 46,1% em relação ao mesmo período de 2020. 

 

Os juros favoráveis aos financiamentos, os baixos níveis de estoques e um mercado que passou a valorizar cada vez mais a casa como espaço de conforto, bem-estar e segurança contribuíram para a conjuntura positiva. Estar à frente de uma grande empresa da construção civil, neste momento, é uma grande responsabilidade. Afinal, nossa indústria realiza os sonhos de morar dos clientes, mas também gera muitos empregos e oportunidades nas comunidades onde atuamos. 

 

Neste contexto de mercado aquecido, recebemos a notícia que a Plaenge foi considerada, pelo oitavo ano consecutivo, a maior construtora do Sul do País pelo ranking Valor 1000, do jornal Valor Econômico em parceria com Serasa Experian. Ficamos satisfeitos e honrados porque nos orgulha ser uma empresa londrinense a ocupar esta posição e principalmente por consideramos bastante sérios os critérios deste anuário que está em sua 21ª edição.  

 

Minha presença neste espaço, porém, não tem o objetivo de destacar os expressivos números que evidenciam nossa conquista, mas destacar que eles consolidam um valor importante da nossa empresa: o fazer bem-feito e cada vez melhor.  

 

A Plaenge nasceu do sonho de um jovem engenheiro que queria uma empresa que fosse ética com clientes, funcionários e com a sociedade, mas ao mesmo tempo competitiva para sobreviver no mercado de acordo com as leis e boas condutas, hoje chamadas de regras de compliance. Foi assim que, desde muito cedo, nos tornamos referência em planejamento.  

 

Estar bem posicionado no Valor 1000 e em outros rankings que envolvem análise da saúde financeira ou levantamento específico do segmento da construção civil consolida os nossos esforços neste sentido. O ranking, para a empresa, não é um “fim”, mas uma consequência do trabalho realizado por todas as nossas equipes. Uma boa referência para empresários e gestores.  

 

Ser reconhecida entre as maiores construtoras brasileiras é uma informação que chancela as boas decisões que temos tomado ao longo do tempo, tanto nos momentos de crescimento quanto nas crises. Investimos na constante inovação do nosso design e em processos construtivos ao mesmo tempo em que adotamos um modelo de gestão conservador nas finanças que nos garante segurança para ousar.  

 

O ranking Valor 1000 também é uma ferramenta importante de gestão. Os números expressos na pesquisa reforçam a visão externa sobre o nosso negócio e nos permitem sistematizar nossos pontos fortes, o que nos torna mais aptos a planejar o futuro da empresa e, consequentemente, das pessoas que vão viver em nossos empreendimentos nos próximos anos. 

 

É claro que ficamos orgulhosos ao vermos o nome da Plaenge nas listas das maiores e melhores companhias do País. Mas celebramos, principalmente, a certeza de que a excelência da nossa marca se renova a cada dia na realização do sonho das 100 mil pessoas que vivem em nossos mais de 400 empreendimentos entregues e na satisfação dos desejos de quem se prepara para experimentar a vida nos nossos apartamentos.  


Alexandre Fabian é diretor da Plaenge

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo