|
  • Bitcoin 118.060
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3417
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 19/07/2022, 23:32

ESPAÇO ABERTO - Reverendo Messias, o semeador das boas novas

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 18 de julho de 2022

Edinelson Alves
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

O nome Messias significa “ungido”. E o Reverendo Messias Anacleto Rosa tem honrado o seu nome. Unção, graça, bondade, sabedoria e amor tem sido o alicerce da sua longa caminhada ministerial. Só em Londrina, na 1ª IPI - Igreja Presbiteriana Independente -, são 50 anos de dedicação pastoral, orando, ministrando, liderando, aconselhando e tendo uma ativa participação na comunidade da qual recebeu, em julho de 2005, o título de cidadão honorário.

À época, comentou: “Não sou um homem de grandes realizações. O que fiz foi procurar viver o Evangelho na prática, no dia a dia, caminhando pelas ruas com os vários segmentos da sociedade, o rico e o pobre”. Escritor, cantor e pregador, pai de três filhos (Priscila, Messias Júnior e João Marcos) e cinco netos, o Rev. Messias cultivou, ao lado de sua saudosa esposa Avani Garcia Rosa, uma inspiradora vida disciplinada de oração.

Escreveu o apóstolo Paulo (parafraseando o profeta Isaías) na sua carta aos Romanos: “Quão formosos são os pés dos que anunciam as boas novas”. Neto e filho de evangélicos, os pés formosos do Rev. Messias começaram bem cedo a viajar para anunciar o Evangelho. Com apenas 17 anos trabalhou com os índios na Missão Caiuá, em Dourados (MS).

Após se formar em Teologia em 1958, em Londrina, no seminário ISBL, foi enviado como missionário do Sínodo Meridional para iniciar uma igreja em Umuarama. Foi ordenado pastor em 1960, na IPI de Arapongas, e assumiu o vasto campo de Paranavaí que incluía muitas outras cidades. Depois pastoreou por 12 anos a IPI de Florianópolis (SC). No início dos anos 70, foi enviado a Londrina para liderar a 1ª IPI onde permanece há 50 anos, um recorde absoluto entre os pastores dessa denominação.

E para marcar os 84 anos da 1ª IPI de Londrina e o cinquentenário do Rev. Messias à frente desta igreja, aconteceu no domingo (10) uma grande celebração com a presença de pastores, vereadores, deputados, além do prefeito Marcelo Belinati e do arcebispo dom Geremias Steinmetz.

O evento teve a participação especial do maestro e violinista Roney Marczak, acompanhado de outros músicos. O artista plástico David Wang presenteou o Rev. Messias com um belo quadro de sua esposa Avani. Diversos líderes homenagearam o Rev. Messias, entre eles o pastor João Luiz Furtado, de São Paulo, presidente da diretoria da Assembleia Geral da IPI do Brasil.

Após citar o trecho do Salmo 92 que diz “O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos”, o pastor João Luiz disse que o ministério do Rev. Messias deu muitos frutos, sendo referência para todos os líderes da IPI do Brasil.

Tomado de grande emoção, ao final da cerimônia o Rev. Messias honrou o seu sucessor à frente da IPI de Londrina, o pastor Rodolfo Montosa. Ele revelou que seu desejo era o de ser sepultado com sua toga, símbolo do pastor. Porém, em oração sentiu que essa toga não é sua e que deve repassá-la ao pastor Rodolfo. E complementou, referindo ao seu sucessor: “Valeu a pena”! Ele agradeceu a Deus por tudo que “recebeu do alto” ao longo de sua vida; agradeceu a família; agradeceu a IPI de Londrina “por todos esses anos”; e agradeceu a cidade de Londrina que o recebeu de braços abertos.

Para a saudosa esposa, com o qual esteve casado durante 62 anos, dedicou os seguintes versos: “Avani, dádiva de Deus/ Suas orações me sustentaram, me motivaram, foram escudos que me protegeram/ Sua humildade não me permitiu orgulhar-me/ Sua alegria me fez sorrir/ Sua fé me fez saltar muralhas/ Seu amor a Deus e as pessoas me fez não ter preconceitos/ Seu desapego a valores me fez não acumular tesouros na terra/ Avani nunca buscou posição, preferiu a missão/ Foi nobre, sensata, sóbria e graciosa/ Sonhou os meus sonhos, honrou a Deus, foi sábia no lar/ Sua memória é minha inspiração”.

É tanta inspiração que o Rev. Messias criou a Associação Avani Garcia Rosa, a qual tem como principal objetivo distribuir, gratuitamente, cópias dos seus livros e sermões para abençoar outros pastores e líderes.

Edinelson Alves, jornalista

Os artigos, cartas e comentários publicados não refletem, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina, que os reproduz em exercício da sua atividade jornalística e diante da liberdade de expressão e comunicação que lhes são inerentes.

COMO PARTICIPAR| Os artigos devem conter dados do autor e ter no máximo 3.800 caracteres e no mínimo 1.500 caracteres. As cartas devem ter no máximo 700 caracteres e vir acompanhadas de nome completo, RG, endereço, cidade, telefone e profissão ou ocupação.| As opiniões poderão ser resumidas pelo jornal. | ENVIE PARA [email protected]