|
  • Bitcoin 104.016
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Opinião

m de leitura Atualizado em 09/06/2022, 00:03

EDITORIAL - À procura de fornecedores locais

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 09 de junho de 2022


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Você já pensou qual a distância que um alimento ou qualquer produto comprado pela gestão pública do seu município percorrem até chegar à escola próxima da sua casa ou ao posto de saúde do bairro? Não é muito melhor quando você descobre que um produtor da sua cidade ou das localidades vizinhas forneceu os ingredientes para a salada que seu filho comeu no lanche do colégio? 

Consumir os produtos regionais (alimentos ou não) pode ser bom para a saúde, economia e até para o meio ambiente. Percorrendo uma distância menor, o fornecedor não precisará de muita embalagem, gerando menos lixo e emitindo menos carbono na atmosfera, pois a viagem também será mais curta.  

É o que acontece no Programa Compra Londrina, que tem como objetivo simplificar o caminho entre empresas da cidade e os processos licitatórios abertos pela prefeitura, ajudando a desenvolver a economia local, gerando empregos e elevando a arrecadação tributária.

No primeiro trimestre de 2022, o Programa Compra Londrina concluiu 95 licitações para compra de produtos e contratação de serviços e obras que, juntas, alcançaram o valor total de mais de R$ 118,5 milhões. Mais da metade desse total, ficou com empresas locais, o que corresponde a R$ 64,6 milhões. A arrecadação também agradece pois dos R$ 64,6 milhões, R$ 14,9 foram recolhidos em impostos estaduais, municipais e federais.

 Na manhã de quarta-feira (8), a prefeitura realizou a Mostra de Oportunidades e Resultados do Programa Compra Londrina da qual participaram representantes de empresas locais vencedoras das concorrências públicas, além de autoridades políticas e lideranças empresariais. 

Leia mais: na.com.br/economia/bolsonaro-pode-pedir-a-biden-reducao-de-barreiras-ao-aco-brasileiro-criadas-por-trump-3206568e.html

O prefeito Marcelo Belinati destacou a complexidade na operacionalização do Programa Compra Londrina, que fraciona as licitações, mas também salientou a importância de estruturar o programa, com uma equipe trabalhando em tempo integral para fomentar a iniciativa. Ele também anunciou que pretende encaminhar à Câmara Municipal um projeto de lei para criar dentro da Secretaria Municipal de Gestão Pública uma estrutura que garanta o ordenamento do programa e a sua continuidade independente de quem serão os administradores futuros.  

Do outro lado do balcão, cabe aos empresários locais buscarem capacitação para continuarem vendendo para o poder público e também para a iniciativa privada, abrindo novos canais de venda. 

Obrigado por ler a FOLHA!

Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1