OPINIÃO DO LEITOR -

Crime contra a humanidade


Crime contra a humanidade 

Revoltante o governo federal gastar, sem licitação, R$ 4,8 milhões em uma campanha genocida chamada “O Brasil não pode parar”. Todos os países do mundo adotaram a quarentena como forma de evitar mortes, disseminação do vírus e superlotação de hospitais. Campanha publicitária só poderia ser realizada em casos extremos e para alertar sobre perigos do coronavírus, nunca para causar mais mortes. A Câmara e o Senado Federal deveriam considerar o abaixo-assinado feito pelo deputado David Miranda com quase 1 milhão de assinaturas pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro para salvar o Brasil e votar essa matéria com a mesma rapidez que tiveram com a ex-presidente Dilma Rousseff. Por outro lado, a Justiça Federal está atuando para punir os excessos de qualquer instituição e deveria fazer valer a conduta tipificada no Artigo 268 do Código Penal: “Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, com pena de detenção de um mês a um ano e multa e até passível de denúncia como crime de guerra. Sociedade brasileira aguarda uma resposta. 

Daniel Marques (historiador) - Virginópolis (MG) 

 

Coronavírus 

Muitos estão reclusos, outros omissos, a maioria preocupada e alguns amedrontados, mas poucos conectados com o verdadeiro sentido da vida no qual estamos. Não somos máquinas de consumir para nossa vaidade exibir. Somos irmãos em caminhada sem conhecer a estrada, perdidos entre o tudo e o nada, sem mapa, sem GPS - olhando para todo lado sem saber onde ir. Olhem para dentro de si, veja o mapa do tesouro, a semente do amor presente do criador. Cuide bem dessa planta, dê-lhe o melhor de si para ela crescer frondosa e lhe dar colheitas fartas de sombra e paz bendita, de flores da luz divina e frutos da eternidade. 



 Silvério da Silva (aposentado) - Londrina 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias