Teve início na manha dessa quinta-feira (27) e se estendeu duratne todo o dia o julgamento de dois policiais militares acusados de homicídio de um jovem em abril de 2019, em Pato Branco. A acusação contra os policiais é de que eles teriam obrigado o jovem a engolir papelotes de cocaína, o que o levou a uma overdose. Um terceiro policial também estava entre os réus, por suposta fraude no Boletim de Ocorrência, com isnerção de dados falsos.

Após mais de 12 horas de julgamento no Fórum de Pato Branco, os policiais foram absolvidos pelo tribunal júri que foi composto por três mulheres e quatro homens. O júri não reconheceu a materialidade do crime de homicídio qualificado, com releação a acusão de inserção de dados falsos, o conselho de sentença votou negativamente, o que levou a absolvição dos três policiais.