Turismo de Jaguariaíva quer ir mais longe


Walkiria VieiraGrupo FOLHA
Walkiria VieiraGrupo FOLHA
O túnel ferroviário de Fábio Rego fica entre Jaguariaíva e Itararé (SP), atualmente é rota de aventura off road
O túnel ferroviário de Fábio Rego fica entre Jaguariaíva e Itararé (SP), atualmente é rota de aventura off road



No Paredão da Santa, a renovação da fé, nas trilhas a pé, de bicicleta ou de moto, aventura. Para quem gosta de emoções diferentes, o rafting e a canoagem são os principais atrativos de quem está em Jaguariaíva - iniciantes ou experientes podem provar das corredeiras do Rio que recebe o nome da cidade. Localizado na região dos Campos Gerais, o município tem população estimada de 35 mil habitantes e, segundo o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Delgado, esse é um setor que pode crescer ainda mais.

"Nossa expectativa é muito positiva e, desde 2010, criamos materiais para divulgar nossas atrações. Fizemos mapas, folder, participamos de feiras e muitas empresas somaram desde o início. Mas sabemos que podemos mais e essa parceria realizada recentemente com a Paraná Turismo só vai nos ajudar. O professor Manoel Jacó Garcia Gimenes é Diretor Presidente da Instituição e um entusiasta que se prontificou a nos enviar pessoas capacitadas para nosso grupo aprender um pouco mais", explica Delgado. "Temos Cachoeiras, um cânion que está entre os oito maiores do mundo, presença de lobo-guará no Parque Ambiental Dr. Ruy Cunha Bosque do Tropeiro, e as pessoas ficam impressionadas porque temos uma modelo de preservação que respeita o rústico e ao mesmo tempo permite a visitação", esclarece.

A proposta do projeto piloto foi anunciada recentemente, durante encontro na sede da Paraná Turismo, em Curitiba, e contou com a presença do diretor presidente da instituição, professor Manoel Jacó Garcia Gimenes, do prefeito de Jaguariaíva, José Sloboda, secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Delgado, a diretora de Administração e Finanças, da Paraná Turismo, Marilda Keller Zarpelon e a diretora Geral, Deise Bezerra, além dos representantes do Hotel San Juan, Alexandre Bock e Diego Vezaro.

A ideia é promover a ação de várias organizações, formando um núcleo de turismo no município, divulgando suas belezas naturais. Na reunião, os representantes da Rede San Juan apresentaram um estudo estratégico para potencializar Jaguariaíva no cenário do turismo natureza. Na segunda quinzena de fevereiro, segundo Gimenes, a equipe estará pronta para assinar um Protocolo de Gestão Compartilhada, no qual cada um dos parceiros terá suas responsabilidades, visando divulgar as belezas do município. A Adetur (Agência de Desenvolvimento do Turismo) Campos Gerais também apoia o projeto.

Entre as cachoeiras, as belezas da Cachoeira do Butiá...
Entre as cachoeiras, as belezas da Cachoeira do Butiá... | Fotos: Prefeitura Municipal de Jaguariaíva/Divulgação



POR DENTRO DE JAGUARIAÍVA
Para não se enrolar na hora de falar o nome da cidade e para ter uma experiência bem bacana, é só soletrar com pausa. Uma curiosidade, Jaguariaíva, segundo a biblioteca do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) tem origem no tupi-guarani. "Jaguar = Cachorro mau, ou seja o conhecido Lobo + y = água + aíva = do outro lado, significando 'cachorro mau que ladra do outro lado da água', como alusão ao 'pouso' dos tropeiros que do Viamão demandavam a São Paulo", explica o site. Já para fazer passeios guiados, guardar grandes recordações e contar para todos sobre esse lugar mágico, a Secretaria de Turismo dispõe de um espaço dedicado ao turista, é a Estação Cidadã, bem no centro da cidade. "Embora não vivamos do Turismo, temos uma das melhores estruturas para receber o turista e dar suporte a ele. Funciona inclusive aos sábados, domingos e feriados", destaca Delgado. Além disso, o Secretário relata a estrutura dos 12 hotéis de porte médio e pousadas - prontinhos para receber.

e da Cachoeira da Ilha que se destacam no turismo de natureza
e da Cachoeira da Ilha que se destacam no turismo de natureza



NUM SÓ LUGAR, MUITOS SOTAQUES
Com paisagem privilegiada, a cidade traz gente de fora o ano todo. Em busca do contato com a natureza, de viver novas experiências e compartilhá-las. "É possível citar moradores de cidades de Santa Catarina, do Estado de São Paulo como Marília, Ourinhos, Bauru e também os londrinenses", comemora. No calendário de eventos da cidade, um encontro de motociclistas sagra-se. "Em 2016, foram 400 participantes, em 2017, 600 e para este ano a expectativa é que chegue a um mil".

De acordo com Delgado, o sucesso está nas atrações realizadas nos três dias que incluem até shows de rock. Para atender a demanda, a Secretaria de Turismo, junto à Prefeitura colocou na prática um plano de monitoria para os turistas e criou um departamento profissionalizante dentro do projeto Jovem Aprendiz. "É a Monitoria Turística", detalha Delgado.

"Jovens a partir de 16 anos podem participar e aprendem como receber o turista. Assim, temos frentistas de postos preparados, recepcionistas de hotéis e atendentes do comércio em geral. O turismo não é nossa principal fonte de renda, mas pode ser mais uma e já dá resultados para os empresários que apostam no setor.", destaca o secretário.

O incentivo aos jovens tem sido tão bom que as ideias não param, diz Delgado sem esconder o entusiasmo. "Já pensamos que a instalação de uma faculdade de Turismo teria futuro e como sabemos que as fronteiras têm diminuído a cada dia e os gringos estão chegando, tivemos uma iniciativa e estamos oferecendo curso de inglês básico para os inscritos no curso de monitoria." Ou seja, com a natureza plena a seu favor e investimento em pessoas, Jaguariaíva pode gabar-se: está com a faca e o queijo na mão e tem uma receita pronta para o sucesso turístico local.

Serviço:
Secretaria de Turismo: (43) 3535-7935 – de segunda a sexta em horário comercial
Estação Cidadã Durvalino de Azevedo - Rua Haraldo Carneiro Lôbo, 421

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo