|
  • Bitcoin 191.999
  • Dólar 5,4587
  • Euro 6,1923
Londrina

Norte Pioneiro 5m de leitura Atualizado em 19/12/2018, 10:05

Amunorpi elege diretoria com desafio de resgatar imagem manchada por escândalos

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Luiz Guilherme Bannwart<br>Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante
Wagner Martins, Joás Michetti, Sergio Rodrigues e Flávio Zanrosso: enfrentamento da pior crise da história da Amunorpi
Wagner Martins, Joás Michetti, Sergio Rodrigues e Flávio Zanrosso: enfrentamento da pior crise da história da Amunorpi |  Foto: Divulgação



Eleito na última sexta-feira (14) para presidir a Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) a partir de 2019, o prefeito de Pinhalão, Sérgio Rodrigues (PDT), terá pela frente a difícil missão de prosseguir com os trabalhos iniciados pelo atual presidente da instituição, Joás Michetti (PDT), prefeito de Santana do Itararé, para resgatar a imagem da Associação. A entidade ainda sofre as duras consequências da Operação Cheque em Branco do Ministério Público Estadual (MPPR), envolvendo ex-prefeitos e ex-funcionários em ações criminosas praticadas dentro da instituição.

A chapa 'Por amor ao Norte Pioneiro' concorreu sozinha ao pleito. A primeira vice-presidência será ocupada pelo prefeito de Ribeirão do Pinhal, Wagner Luiz Oliveira Martins (PHS), e para a segunda vice-presidência foi eleito Flávio Xavier de Lima Zanrosso, prefeito de Tomazina (PSD).

Os prefeitos de Santo Antônio da Platina, José da Silva Coelho Neto (PHS); de Santana do Itararé, Joás Ferraz Michetti (PDT); e Mario Augusto Pereira, de Ribeirão Claro (PSC), formam o Conselho Fiscal da entidade. Na suplência foram eleitos Vanderlei de Siqueira e Silva (PSDB), de Jaboti; Sérgio Eduardo Emygdio de Faria (DEM), de Jacarezinho; e Adalberto de Freitas Aguiar (PR), de Barra do Jacaré.

O atual presidente da Amunorpi, Joás Michetti, destacou a união e luta dos prefeitos no enfrentamento da pior crise da história da Amunorpi, que teve sua sobrevivência ameaçada por conta de um escândalo envolvendo vários ex-diretores da entidade "Nosso desafio era mudar a cara da Associação e deixar os momentos difíceis para trás", disse emocionado.

Já o presidente eleito Sergio Inácio Rodrigues frisou que o desafio para 2019 é manter a mesma linha de trabalho, salientando a importância da instituição como voz de uma região que representa quase 300 mil habitantes, conclamando para maior união dos prefeitos. "Vamos continuar o trabalho para resgatar a união dos municípios e fazer que a Amunorpi volte a ter uma representação forte no Estado", ressaltou.

ENFRAQUECIMENTO

No mês passado, o núcleo de Santo Antônio da Platina do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), órgão do Ministério Público do Paraná, ajuizou três ações civis públicas contra ex-prefeitos e ex-funcionários da Amunorpi por utilização, com desvio de finalidade, de diárias e passagens aéreas custeadas com recursos públicos. De acordo com a denúncia, os valores pagos irregularmente, atualizados, ultrapassam a soma de R$ 750 mil. O rombo dentro da instituição, no entanto, deve ultrapassar a cifra de R$ 1,5 milhão, conforme apurou a reportagem.

À época, o prefeito de Guapirama, Pedro de Oliveira (MDB), disse à FOLHA que a Amunorpi tinha por finalidade princípios antiéticos e imorais como: promover deputados estaduais e federais por meio de recursos dos municípios que compõem a entidade, coordenados por uma quadrilha que envolvia ex-funcionários e ex-prefeitos da instituição. "Logo quando assumi a prefeitura, em 2013, eu percebi que existia uma quadrilha agindo dentro da Amunorpi, e junto com outro prefeito da região, denunciamos o esquema criminoso ao Ministério Público", revelou Oliveira, defendendo a unificação entre a Amunorpi e Amunop (Associação dos Municípios do Norte do Paraná) para que a região consiga a representatividade política que nunca teve.

CISNORPI

Durante a Assembleia realizada na última sexta-feira (14), na sede da Amunorpi em Jacarezinho, que elegeu o prefeito de Pinhalão, Sérgio Rodrigues (PDT) para presidir a instituição em 2019, os prefeitos também elegeram o novo presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro (Cisnorpi), o prefeito de Ribeirão Claro, Mario Augusto Pereira (PSC).

Entre as frentes de trabalho que serão executadas a partir de 2019, Pereira destacou a luta pela construção do Centro de Especialidades e a abertura da Faculdade de Medicina no Norte Pioneiro.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM