As conversações para levar Israel a aceitar retirar-se de Jerusalém Oriental são a única esperança de paz para a região, afirmou o mais alto representante da Igreja Católica em Jerusalém.
O serviço noticioso Fides, dirigido pelo Vaticano aos missionários, divulgou ontem trechos de uma carta aberta do patriarca de Jerusalém, o palestino Michel Sabbah. Na carta, o patriarca diz que ‘‘a única maneira de retornar aos tempos de paz é através de negociações para tentar restaurar a situação que prevalecia na região antes de 1967’’.
Os árabes dominaram Jerusalém Oriental até a Guerra dos Seis Dias em 1967, quando aquela parte da cidade foi dominada e depois anexada por Israel.
O papa João Paulo II tem apelado para que os combatentes suspendam a luta.