Um avião militar Iliuchin-18 (Il-18) caiu ontem na Geórgia, matando pelo menos 75 pessoas. O acidente ocorreu a poucos quilômetros da cidade de Batumi (perto da costa do Mar Negro), onde o aparelho deveria pousar. O Il-18 bateu no monte Tirava (próximo do aeroporto), quando começava a descer. Estava a uma altitude de 1.600 metros. As causas são ainda desconhecidas, mas havia denso nevoeiro na região. Ao confirmar a queda do avião que decolara no início da tarde da base aérea moscovita de Chkalovski, um porta-voz militar russo não descartou a hipótese de falha humana. Oitenta e duas pessoas estavam a bordo da aeronave, sendo 71 passageiros e 11 tripulantes, de acordo com uma reportagem da agência de notícias Interfax na qual ela cita como fonte o Ministério de Situações Emergenciais da Rússia. A maioria das vítimas era composta por militares e seus parentes, que se dirigiam à base militar que a Rússia mantém na região de Batumi. Segundo testemunhas, o avião bateu no monte e explodiu. ‘‘Não há sobreviventes’’, lamentou um oficial do Exército georgiano, que voltava do local.