Presidente de Níger é morto em Niamey


Reuters
Reuters

Soldados dissidentes armaram uma emboscada para o presidente de Níger, Ibrahim Bare Mainassara, na manhã de ontem no aeroporto de Niamey e o governo informou que ele foi assassinado. O primeiro-ministro Ibrahim Assane Mayaki anunciou a morte de Mainassara em rede de rádio, mas disse apenas que ele morreu em um ‘‘trágico acidente’’. Policiais e testemunhas no aeroporto informaram antes sobre a emboscada.
Mayaki também anunciou que a Assembléia Nacional havia sido dissolvida e todas as atividades políticas estavam suspensas. Ele acrescentou que ‘‘os problemas diários continuarão sendo resolvidos pela atual administração e um governo de união nacional será formado em poucos dias’’.
A divulgação da morte do presidente foi feita depois que tropas e tanques tomaram as ruas de Niamey. Soldados fortemente armados fecharam as vias de acesso à residência presidencial e aos Ministérios do Interior e da Defesa. Durante o dia, os serviços telefônicos e de rádio privado e estatal estiveram temporariamente cortados.
Segundo um correspondente da rádio francesa RFI, o corpo de Mainassara foi trasladado para um hospital, para onde também foram enviados outros cadáveres e vários feridos - entre eles um guarda presidencial que perdeu uma perna.
Diplomatas e empresários em Burkina Fasso disseram que a tentativa de golpe começou logo ao amanhecer. À tarde a cidade já havia voltado à calma, apesar dos soldados que patrulhavam as ruas.
Em Washington, o porta-voz do Departamento de Estado, James Rubin, disse ter informações de que Mainassara teria sido assassinado pela guarda presidencial. Ele exortou os americanos residentes em Niamey a ‘‘permanecer em suas casas até que a situação política seja esclarecida’’.
Fontes em Niamey não puderam esclarecer se forças leais a Mayaki estão envolvidas no assassinato do chefe de Estado - quando ele tentava embarcar num helicóptero para Inates, uma localidade perto da fronteira com Mali - ou se elas impediram um golpe de Estado.
O próprio general Mainassara chegou ao poder por meio de um golpe de Estado, em janeiro de 1996, e foi eleito presidente em julho do mesmo ano.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias