O cenógrafo Emile Kuri, que trabalhou em filmes como ‘‘20.000 léguas submarinas’’ ou ‘‘Mary Poppins’’, morreu de causas naturais ontem num asilo para artistas de Los Angeles aos 93 anos, anunciou a empresa Walt Disney. Nascido na cidade mexicana de Cuernavaca. Emile Kuri ganhou o primeiro Oscar em 1949 pelo trabalho no filme ‘‘A Herdeira’’, dirigido por William Wyler, e três anos mais tarde foi contratado pela Disney. Seu primeiro projeto para o estúdio, ‘‘20.000 léguas submarinas’’ lhe valeu uma segunda estatueta em 1954. Até a aposentadoria, em 1973, além de supervisionar os cenários de 45 filmes, também contribuiu para o projeto do parque temático californiano Disneylandia, e durante 25 anos criou os ambientes de entrega dos Oscar.