O ex-assessor presidencial Vladimiro Montesinos afirmou ontem que voltou ao Peru porque no Panamá ‘‘iam me matar, iam atentar contra minha vida’’, durante entrevista à emissora Radioprogramas del Peru.
Montesinos revelou que sua volta foi coordenada com ‘‘o próprio senhor presidente da República’’, Alberto Fujimori, com quem conversou por telefone quando seu avião estava em Guayaquil (Equador) a caminho para o Peru.
‘‘Nesse momento (Fujimori) deu instruções para que o avião pudesse aterrissar em Pisco (ao sul de Lima)’’, disse.
Montesinos indicou que sabia que vários grupos vinculados ao Sendero Luminoso e o Movimento Revolucionário Túpac Amaru (MRTA) estavam chegando ao Panamá para matá-lo.
Disse ainda que veio ao Peru como ‘‘um cidadão comum’’, e que espera que sua presença ‘‘não altere o processo democrático, nem se altere o cronograma eleitoral’’.