O ministro russo da Defesa, Igor Segueyev, pediu perdão ontem, durante uma cerimônia de homenagem realizada diante de milhares de pessoas em Severomorsk (Norte), para onde foram levados os primeiros quatro corpos de marinheiros do Kursk trazidos para a superfície por mergulhadores. Vários membros das famílias dos 118 membros da tripulação do Kursk assistiram à cerimônia. Os quatro primeiros corpos foram tirados do submarino na quarta-feira, por mergulhadores russos e noruegueses. Ontem, o porta-voz da Frota Russa do Norte, Igor Babenko, anunciou que os mergulhadores conseguiram retirar mais corpos do compartimento nove do submarino, apesar do mau tempo que atrapalha os trabalhos no Mar de Barents.