Imagem ilustrativa da imagem HAMAS
| Foto: Mohammed Abed/AFP



Gaza - O líder do movimento palestino Hamas, Ismail Haniya, convocou manifestações para esta sexta-feira (15) nos países muçulmanos e territórios palestinos contra a decisão dos Estados Unidos de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Milhares de simpatizantes se reuniram nesta quinta-feira em Gaza para celebrar o 30º aniversário da criação do Hamas. Desde que a decisão de Donald Trump, em 6 de dezembro, os territórios palestinos foram diariamente cenário de manifestações e pelo menos 12 foguetes lançados da Faixa de Gaza alcançaram Israel. Dois membros do Hamas foram mortos, além de outros dois palestinos, que morreram em confrontos com soldados.