Associated Press
de Bogotá
Pelo menos 31 pessoas morreram, incluindo duas crianças, durante uma feroz ofensiva das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no noroeste do país, informaram ontem as autoridades. A guerrilha atacou Vigia del Fuerte, um dos municípios mais pobres da Colômbia, situado a 380 quilômetros ao noroeste de Bogotá.
A ofensiva aconteceu na noite de sábado, quando 22 policiais enfrentaram mais de 100 guerrilheiros das Frentes 34 e 57 das Farc por cerca de 36 horas até o fim da munição, disse ontem Fernando Aristizabal, secretário do governo de Antioquia.
Morreram 21 policiais e oito civis, incluindo o prefeito Pastor Damian Perea e outros seis civis ficaram feridos, segundo a polícia de Medellín. Um helicóptero foi atingido por balas dos guerrilheiros mas conseguiu aterrissar sem maiores problemas. ‘‘Foi um ataque cruel contra esta vila de pescadores, usando cilindros de gás carregados com explosivos, granadas e armas não convencionais’’, disse Aristizabal. Segundo ele, dois irmãos de dois e três anos de idade e a mãe deles estão entre as vítimas.
De acordo com o secretário, tropas combinadas do exército e da polícia conseguiram recuperar Vigia del Fuerte depois de um prolongado combate com a guerrilha. Ao entrar no povoado, as forças do governo encontraram a prefeitura, a igreja o posto de polícia e 10 casas completamente destruídas e o resto da cidadezinha de 1.200 habitantes severamente atingido.
Aristizabal disse que Bellavista, povoado separado de Vigia del Fuerte pelo rio Atrato, também foi atacado no sábado pela guerrilha. Dois policiais foram feridos e os guerrilheiros saquearam o banco Agrario.
As Farc também atacaram Levya e Florencia – dois pequenos vilarejos no sul do país – entre sábado e domingo, mas não houve mortos, segundo informes oficiais. Ontem de manhã guerrilheiros das Farc e tropas da infantaria naval combateram na zona dos Montes de María com saldo até agora de cinco guerrilheiros mortos e seis militares feridos, informaram autoridades militares.
Um ataque com carro-bomba foi registrado ontem em Giradot, um município turístico situado a 95 quilômetros o sudoeste de Bogotá, matando um jovem auxiliar de polícia e deixando feridas outras 16 pessoas. As autoridades militares suspeitam que a Frente 42 das Farc possa ter planejado o atentado.