O sindicato dos camponeses da Bolívia anunciou ontem que retirará os bloqueios das estradas, pois fez um acordo com o governo para mudanças em duas leis relativas à propriedade de terras e à cobrança pelo uso da água de mananciais. Os professores encerraram a greve depois de obter um aumento de salário e os produtores de coca estão negociando suas reivindicações com as autoridades. Durante as três semanas de protestos, morreram dez pessoas e centenas ficaram feridas. Além disso, os bloqueios causaram prejuízos de dezenas de milhões de dólares.