Os Estados Unidos adiaram as viagens de seus navios de guerra através do Canal de Suez, por motivo de segurança. Segundo a revista US News and World Report, algumas embarcações da armada americana poderão mudar sua rota e circunavegar toda a África para evitar o canal, apesar de o presidente Bill Clinton ter prometido que as ameaças de ataques terroristas não afetariam as forças militares no Oriente Médio. No último dia 12, o navio Cole sofreu um atentado quando atracava no porto iemenita de Aden. A revista assinalou que o Blue Marlin, que transportará o Cole de volta para os Estados Unidos, poderá ser uma das embarcações a fazer a travessia mais longa e difícil.