Fim da competição por likes no Instagram?

Em caráter de teste, plataforma deixou número de likes visíveis apenas para donos dos perfis; influenciadores e especialistas falam do impacto da mudança

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

  Na semana passada, o Instagram iniciou um teste no Brasil que deixou seus usuários intrigados. Removeu o número de curtidas em fotos e visualizações de vídeos no Feed e no Perfil. Somente o dono do perfil pode ver o número total de suas publicações. 


Número de likes deixaram de aparecer no Feed e no Perfil do Instagram
Número de likes deixaram de aparecer no Feed e no Perfil do Instagram | Marcos Zanutto
 


Em nota enviada pela assessoria de imprensa, o Instagram justificou a mudança: “Iniciamos esse teste porque queremos que os seguidores se concentrem mais nas fotos e vídeos que são compartilhados, do que na quantidade de curtidas que recebem. Não queremos que as pessoas sintam que estão em uma competição dentro do Instagram e nossa expectativa é entender se uma mudança desse tipo poderia ajudar as pessoas a focar menos nas curtidas e mais em contar suas histórias.”




O Instagram disse ainda na nota que o teste iniciado no Brasil é uma extensão de um teste já iniciado no Canadá em maio deste ano, e que a companhia está animada com os resultados iniciais. “Mas ainda é preciso estudar ainda mais sobre como isso afeta a experiência do usuário na plataforma”, continua.


Com a mudança, ficou a pergunta de como a mudança vai impactar os influenciadores, cuja popularidade é importante para atrair parcerias com marcas e é medida, muitas vezes, pelo número de seguidores e curtidas em uma publicação. 


A blogueira londrinense Camila Lima conta que, como toda mudança, o teste do Instagram pode ser assustador no começo. “Um ponto que tenho bastante medo é o público perder a vontade de curtir as publicações. E isso continua sendo extremamente importante para o nosso trabalho, já que cada criador tem acesso aos likes normalmente para passar para as empresas”, desabafa. 


Por outro lado, Lima também acredita que a mudança poderá ter pontos positivos. “O maior deles pra mim é a liberdade de criar conteúdo. Mesmo sem querer, inconscientemente, nós criadores de conteúdos nos baseávamos se uma publicação seria boa ou não pela quantidade de likes. E muitas vezes isso travava a criatividade. Com essa atualização, essa cobrança não existirá mais. Então iremos focar na qualidade e no diferencial para se destacar.” 


A blogueira Camila Lima: mudança traz mais liberdade de criação
A blogueira Camila Lima: mudança traz mais liberdade de criação | Divulgação
 


O youtuber londrinense Rezende, fenômeno das redes sociais, diz acreditar que a mudança trará benefícios ao ambiente do Instagram. “O lado positivo é que o pessoal vai focar mais no conteúdo. Não vai ter aquele olhar de competição, um ficar olhando os números do outro, vai ser mais saudável.” 


A medida, segundo ele, não vai trazer nenhuma mudança ao seu trabalho. “Vou continuar fazendo o mesmo conteúdo que faço no Instagram, com a mesma frequência, inclusive porque consigo ver como estão indo as coisas.” O único empecilho, diz Rezende, é que será mais trabalhoso mostrar para as marcas a força do seu conteúdo.


O youtuber Rezende, sobre a mudança no Instagram: "O lado positivo é que o pessoal vai focar mais no conteúdo. Não vai ter aquele olhar de competição, um ficar olhando os números do outro, vai ser mais saudável."
O youtuber Rezende, sobre a mudança no Instagram: "O lado positivo é que o pessoal vai focar mais no conteúdo. Não vai ter aquele olhar de competição, um ficar olhando os números do outro, vai ser mais saudável." | Divulgação
 


O diretor de Vendas e Marketing da Icomp, Dhiego Bicudo, afirma que a mudança causou uma grande inquietude. Entre os seus clientes, estão artistas como Luan Santana, Michel Teló e Paula Fernandes. Mas, na sua opinião, a remoção do número de likes visível no Instagram vai inibir o efeito manada, quando os usuários curtem um post só porque tem grande número de curtidas. Para ele, a medida também acaba com a prática de compra de likes.


Ao mesmo tempo, os usuários da plataforma terão de repensar a qualidade e a frequência de suas publicações, a fim de gerar engajamento. “Se eu estiver levando (à plataforma) conteúdo bom, relevante, isso não vai impactar no dia a dia.” Agora, a “briga” será pelos comentários. “Esse vai ser o novo termômetro no Instagram”.    


QUALIDADE E ENGAJAMENTO

Mais likes não significa necessariamente mais qualidade, opina Luan Beluco, coordenador de projetos da agência ADR, responsável por influenciadores como o youtuber Rezende, um dos idealizadores da agência. Assim, com o fim dos likes, a expectativa é que os usuários do Instagram deixem de se preocupar com os números  e passem a se preocupar mais com a qualidade do conteúdo que produzem, continua Beluco. 


“Acredito que o fim dos likes gera uma repercussão positiva em relação à qualidade do conteúdo que vai ser postado no Instagram. Vai chegar a um ponto em que as pessoas vão procurar muito mais conteúdo de qualidade, relevante para o público. A nova influência é o conteúdo”, diz. Segundo o coordenador, ao avaliarem influenciadores, muitas marcas costumam olhar para o número de seguidores, quantos viram as postagens e o engajamento. “Mas o que elas querem realmente é comunicação com o público-alvo.”


NÚMEROS X VISIBILIDADE

Em algumas situações, números podem não ser tão importantes, explica Beluco. “A gente vê influenciadores que têm milhões de seguidores mas o resultado que ele traz para uma marca em termos de visibilidade não é tão significativo.” Nesse sentido, os comentários podem assumir um papel mais importante, porque mostram que o perfil está tendo engajamento, acrescenta o coordenador. 


“Eu, como prestador de serviços, me sinto aliviado”, revela Dhiego Bicudo, da Icomp. Afinal, explica o diretor, se a mudança persistir, os produtores de conteúdo não precisarão mais ficar presos a posts que dão audiência ou à urgência de publicar posts de assuntos que estão bombando a fim de angariar likes.


Continue lendo


Últimas notícias