O Natal está ameaçado pela falta generalizada de componentes eletrônicos. A primeira a dar o alerta foi a Sony, preocupada com o volume de pedidos para o console PlayStation e os aparelhos DVD. E a Palm avisa: se a demanda por PDAs continuar no nível atual, vai faltar Palm Pilot no Natal. Especialmente o modelo Palm VII. A demanda já está reprimida em 50%. E tende a piorar. A situação mais crítica é a dos fornecedores de memória flash. Só conseguem satisfazer 60% da procura e não vêem, a curto prazo, como aumentar a capacidade de produção. Resultado: o preço por megabyte só faz subir – de US$ 2 em 1999 para US$ 4,30 este mês. Ruim para a indústria e para os consumidores finais.