‘‘Acabo de fazer a minha última aposta na Internet e, para todos os efeitos, em qualquer cassino do mundo. Estou arruinado. Comecei a jogar on-line em 1998 e conseguia me controlar. Gastava US$ 40 numa noite inteira, fazendo apostas de um ou dois dólares. Mas isso nunca foi suficiente. No fim eu estava jogando milhares de dólares por noite, fazendo apostas de centenas de dólares numa única rodada de blackjack. Eu perdia, aí ganhava e perdia de novo e, no ano passado, perdi US$ 180 mil.
Agora estou à beira da falência, tendo perdido minha casa e minha esposa só por causa dessa busca ensandecida por dinheiro. Não culpo ninguém, a não ser a mim mesmo. Não culpo os cassinos on-line. Acho que, de modo geral, eles são direitos. Eu sempre me sentia lesado quando estava perdendo mas, quando ganhava, era apenas um bom jogador. Bom, não é por aí. Os cassinos existem por um único motivo: a longo prazo, eles ganham sempre! Não há como fugir disso... quanto mais você jogar, maiores serão as chances de o cassino tomar seu dinheiro.
Eu tinha uma vida ótima, vivia numa casa legal e viajava muito... agora, por causa do jogo, tudo acabou. Nunca vou conseguir me recuperar das dívidas, e viverei o resto da vida sabendo que destruí a mim e à minha família em busca de uma grande jogada.’’