Um poderoso ativador de energia De acordo como o Feng Shui, espelhos podem ser usados em qualquer cômodo da casa, funcionando como escudo ou amplificador das energias do ambiente DivulgaçãoNo banheiro ou lavabo, o espelho normalmente fica em frente à pia, mas também pode se estender por toda a parede (Projeto: André Sell)DivulgaçãoNa sala de jantar: reflexos de fartura Betânia Rodrigues De Londrina Especial para a Folha Para o Feng Shui, o espelho é o maior ativador de energia, funcionando como um escudo e também um amplificador. Sua forma mais favorável é a circular que simboliza harmonia e aconchego. A filosofia oriental acredita que a composição do ambiente influencia profundamente a vida das pessoas. Sua base está fixada na teoria Ying Yang que confronta os opostos em busca do equilíbrio. O objetivo é colocar o homem em harmonia com o espaço para que ele possa se conhecer melhor. Mas, para isso é preciso saber quais são as suas necessidades e usar os elementos da natureza a seu favor. O arquiteto Guilherme Torres, estudioso do Feng Shui há quatro anos, explica que os princípios dessa filosofia são utilizados há mais de 3 mil anos, e por isso são tão arraigados na cultura oriental. ‘‘Naquela parte do mundo tudo é feito com base nela, até a escolha do nome das pessoas. No ocidente, o Feng Shui chegou na década de 70 através dos Estados Unidos, difundindo-se em seguida por outros países’’. Pelos princípios do Feng Shui, cada cômodo da casa deve ter algum objeto que simbolize o fogo, a terra, a madeira, a água e o metal. O vidro caracteriza a água, assim como as cores preta e azul-marinho. Para os orientais, eles simbolizam a vida. Os orientais acreditam que a presença dos cinco elementos ao redor do homem leva à satisfação das oito aspirações de vida: carreira, relacionamentos, criatividade, amizade, sucesso, prosperidade, família e conhecimentos. Dentro desse contexto, o espelho pode ser usado em qualquer cômodo da casa. No hall de entrada, deve ficar na mesma direção da porta para que os fluidos negativos sejam rebatidos de imediato. Na sala de jantar, é interessante colocá-lo num local em que reflita a mesa, pois assim tanto os alimentos quanto a família serão vistos em dobro. No banheiro, ele normalmente fica em frente à pia, mas também pode se estender por toda a parede desde que seja da metade para cima. Na sala de estar ou living, o espelho fica bem em qualquer lugar, podendo substituir perfeitamente um quadro. ‘‘Apesar de muitos acharem estranho a cozinha é um local tão bom para se usar um espelho quanto o hall. A posição mais energética é atrás e ao lado do fogão dessa forma ele reflitirá as bocas que ajudam a preparar o alimento, símbolo de prosperidade’’, explica o arquiteto. Há dois anos, ele utiliza os princípios do Feng Shui em seus projetos. No quarto, o espelho nunca deve ficar em frente à cama porque causaria mal estar e sensação de perseguição. O melhor local dentro desse ambiente é nas laterais do móvel. ‘‘Caso não haja outra parede para colocá-lo, use um espelho redondo que não reflita o leito’’. Na área de serviço e nos corredores, o acessório também tem lugar. Quando uma janela for o portal para uma vista triste e feia pode-se usar o espelho convexo que vai rebater a carga negativa e distorcer a imagem. Num local onde a circulação de pessoas é intensa e a área pequena, ele elimina a sensação de asfixia à medida que amplia e clareia o ambiente. ‘‘Os preceitos do Feng Shui são ao mesmo tempo complexos e simples porque lidam diretamente com o inconsciente do homem. Mesmo que não se acredite nela não há como evitar a força da energia circulante. O importante é que sua aplicação sempre traz resultados positivos’’, afirma o arquiteto.