Ligia Barroso
De Caiobá
Com meses tradicionalmente ‘quentes’ para o mercado imobiliário urbano, o verão também é tradução de boa temporada para os negócios com imóveis residenciais de lazer. Expostos ao sol e à brisa marinha, os apartamentos à venda no litoral podem ser também, um convite aberto para os investidores, mesmo que, em tempo de férias.
Na pequena costa litorânea paranaense, o maior volume de ofertas da temporada se concentra em imóveis usados; mas os novos empreendimentos – com mercado praticamente parado há mais de dois anos – voltam a ocupar lugar de destaque no disputadíssimo espaço à beira mar.
Concentrando negócios na faixa Caiobá-Matinhos, a empresa de assessoria técnica em imóveis, que ganhou o prêmio Destaque Imobiliário 99 (entregue pelo Secovi-PR em 16 de dezembro), a Habitec Litoral mantém em sua carteira de vendas, cerca de 150 imóveis – casas e apartamentos, novos e usados, de médio e alto padrão, com preços que variam de R$ 30 mil a R$ 800 mil.
‘‘Reaquecido pelo movimento – lento mas constante – dos últimos 12 meses, o mercado do litoral paranaense iniciou o verão oferecendo boas oportunidades de negócios em imóveis de lazer, tanto para quem quer comprar quanto para quem quer vender, pois os preços, que já estão um pouco abaixo do valor de mercado ainda podem ser negociáveis’’.
Segundo Karam Elias Karam, gerente de vendas da empresa, inclusive ou principalmente por isso, também podem ser consideradas boas as perspectivas de comercialização para este novo ano.
Ancorada no sucesso de vendas do Residencial Abrolhos – empreendimento com 20 unidades de dois e três dormitórios e completa área de lazer, lançado no verão passado pelos engenheiros associados londrinenses, Huber Filho & Jáiris Neppel, construído e totalmente vendido em 11 meses (o custo da última unidade vendida foi R$ 67 mil) – a Habitec inicia 2000, assessorando o lançamento de quatro novos empreendimentos: três residenciais, com 20 unidades cada (Caiobá) e um comercial (no centro de Matinhos).
A razão da expectativa positiva para este ano: ‘‘Das cinco salas do Centro Comercial Praiamar (40 m2 cada uma), três foram vendidas imediatamente após o lançamento e as outras duas restantes também já estão com o contrato em andamento, praticamente fechado; e as obras do Residencial Tahiti, que se iniciam ainda neste mês de janeiro, já começam com três unidades vendidas, das 20 ofertadas’’, comenta Karam.
Marca forte em assessoria imobiliária de Caiobá (administração, locação e vendas), a Habitec é responsável também pelo maior volume das novas unidades residenciais, em lançamentos no balneário. E, entre as (poucas) construções – no total são cinco novos edifícios – os incorporadores londrinenses executam três obras, e entre elas, um dos únicos dois à beira-mar, o edifício Fernando de Noronha. Com cinco andares e um apartamento por andar, as unidades de 311 metros quadrados têm quatro suítes e estão sendo comercializadas a R$ 320 mil – entrada de R$ 65 mil mais 16 parcelas de R$ 15 mil, pagas diretamente à construtora.Mercado imobiliário do litoral do Paraná iniciou o verão oferecendo boas oportunidades de negócios para quem quer comprar ou vender
Fotos: Ligia BarrosoREAQUECIMENTOCom poucos lançamentos realizados no ano passado, mercado fez o giro com as unidades usadas. Temporada de verão é a melhor época para ‘‘expor’’ o produtoReproduçãoResidencial Abrolhos: unidades com dois e três dormitórios e completa área de lazer são diferenciais